Mulher é arrastada por bandidos em carro após assalto em Boa Vista: ‘toda ralada’

Segundo a vítima, um dos ladrões estava com uma faca e exigiu que ela entregasse o que carregava. Eles roubaram R$ 10 dela e depois a arrastaram por cinco metros.

Vítima ficou com machucados pelo corpo após ser arrastada: 'me roubaram R$ 10' (Foto: Arquivo pessoal)

Vítima ficou com machucados pelo corpo após ser arrastada: ‘me roubaram R$ 10’ (Foto: Arquivo pessoal)

Uma mulher de 30 anos foi puxada e arrastada por um carro conduzido por dois assaltantes que roubaram dela R$ 10 na noite de quarta-feira (17).

A vítima teve ferimentos nas nádegas, braços, pernas e pés. Ela estava com a filha de seis anos, que escapou da ação dos homens.

A mulher, que é pensionista, disse nesta sexta (19)  que saiu de casa no bairro Alvorada, zona Oeste de Boa Vista, para comprar um churrasco para ela e a filha por volta das 21h, quando foi assaltada.

“Os assaltantes estava em um carro, se aproximaram de mim me surpreendendo. O que estava no banco de passageiro disse: ‘ é um assalto, é um assalto’. Falei que não tinha nada”, relembra.

Segundo a vítima, o ladrão estava com uma faca e exigiu que ela entregasse o que carregava.

“Mandou eu dar o que eu tivesse. Quando puxei os R$ 10 do meu sutiã, único dinheiro que tinha, ele meteu a mão entre meus seios, puxou o dinheiro e saiu me arrastando por uns cinco metros”, detalha a vítima, citando que o roubo aconteceu na quarta-feira (17).

Vítima foi para Pronto Socorro levada por um amigo para tratar arranhões (Foto: Arquivo pessoal)

Vítima foi para Pronto Socorro levada por um amigo para tratar arranhões (Foto: Arquivo pessoal)

Ainda de acordo com ela, a filha dela ficou para trás e quando foi puxada pelos ladrões jogou o celular que carregava. Dois rapazes que estavam próximo ao local onde ocorreu o roubo correram para ajudá-la.

“Eles [testemunhas] entraram em um carro, pegaram minha filha e foram atrás dos assaltantes, mas eles conseguiram fugir. Fiquei com parte do corpo ralado. Na perna, pés, bunda e braços”.

Ela foi levada pelos dois rapazes que a ajudaram para casa, mas como perdeu a chave quando foi assaltada, pediu ajuda de um amigo que arrombou a porta da casa onde mora.

“Só depois fui para o Pronto Socorro. Estava muito nervosa. Liguei para a Polícia Militar que perguntou se eu vi a placa do carro. Não dá para lembrar disso quando se é roubada”, pontua.

A mulher relatou que os assaltantes eram bem jovens, com fisionomia de adolescentes.”Não fiz boletim de ocorrência porque não lembro de quase nada”.

SEM COMENTÁRIO