POLÍTICA MT

AL adverte deputado por foto com criança armada

Publicados

em

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União), advertiu o deputado Gilberto Cattani (PL) por compartilhar foto de criança segurando uma arma de fogo nas redes sociais. Durante entrevista à imprensa nesta quarta-feira (3), o chefe do Legislativo repudiou a postagem e disse que vai convocar o parlamentar para uma conversa.

O gestor ponderou também que os deputados, por serem figuras públicas, devem ter responsabilidade em relação aos conteúdos que publicam na internet. “Eu vou conversar com o deputado, eu acho que nós, deputados, temos que tomar certo cuidado. Nós somos figuras públicas e temos que tomar cautela com o que a gente posta. Principalmente envolvendo criança tem que se tomar um cuidado especial”, disse após a sessão plenária na Assembleia Legislativa.

A postagem em questão foi publicada no Instagram de Cattani no dia 24 de julho. Na imagem, ele aparece ao lado de familiares segurando arma, inclusive com uma criança menor de idade. O parlamentar, que é apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), defende o armamento da população e utiliza as redes sociais para fazer campanha pela flexibilização de armas, bandeira que também é erguida pelo chefe do Planalto.

Leia Também:  Progressistas apostam em mulheres para eleições municipais, anuncia Paulo Araújo

Nesta quarta, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE) solicitou que o deputado seja investigado pela foto. Isso porque o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) prevê pena de 3 a 6 anos de reclusão a quem vende ou fornece armas, munições ou explosivos a menores, conforme o artigo 242 da Lei nº 8069.

Nesse sentido, Botelho rechaçou a atitude do deputado. “Eu acho que o deputado tem, sim, que tomar uma série de cuidados para não fazer apologia à violência e às armas. Eu sou a favor de ter armas nas propriedades rurais e daquelas pessoas que já tem. Agora, tem que ter responsabilidade. Nós não podemos popularizar isso e nem criar uma espécie de liberação geral aí pra todo mundo”, finalizou.

Fonte: Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA