MUNDO

Alexei Navalny, principal político de oposição na Rússia, diz que terminará greve de fome

Publicados

em

 

 

Alexei Navalny, o principal político de oposição na Rússia, afirmou nesta sexta-feira (23) que vai acabar com sua greve de fome que havia iniciado no dia 31 de março.

Ele protestava contra a falta de atendimento médico específico na prisão onde estava —Navalny tem dores nas costas e nas pernas.

 

 

Opositor russo Alexei Navalny anuncia fim da greve de fome na prisão

Opositor russo Alexei Navalny anuncia fim da greve de fome na prisão

Em uma publicação em uma rede social, ele afirmou que ainda exige ser visto por um especialista que ele mesmo escolha, e que ele não sente partes de suas pernas e braços.

Ele afirmou, no entanto, que foi visitado por dois médicos civis.

Para se recuperar da greve de fome, ele estima que vai levar cerca de 24 dias. Navalny

Principal opositor de Putin

Navalny é o principal opositor do presidente Vladimir Putin. Governos de outros países expressaram sua preocupação com a situação dele.

Na quarta-feira, houve manifestações de apoio a Navalny pela Rússia.

Os EUA avisaram aos russos que haveria consequências se Navalny morresse.

Ele já sobreviveu a um envenenamento no ano passado —o governo russo nega ser o responsável.

O político de oposição viajou para a Alemanha, naquele mês, para ser tratado. Em janeiro de 2021, ele voltou à Rússia e foi preso. Em fevereiro, foi condenado a 2 anos e meio na prisão por violar os termos de liberdade condicional. Navalny afirma que foi condenado com base em alegações falsas.

Veja os vídeos mais assistidos do G1

 

200 vídeos

 

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA