POLÍTICA MT

Após 15 dias na UTI, secretário não resiste a covid e morre em MT

Publicados

em

 

O secretário de Viação, Obras e Serviços Urbanos de Sapezal, Camilo Felipi, 68 anos, morreu nesta terça-feira (2°) em decorrência do novo coronavírus. Ele fazia parte do grupo de risco por conta da idade avançada.

Camilo recebeu diagnostico positivo para a covid-19 e precisou ser internado internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no 14 de fevereiro, em Tangará da Serra (a 241 km de Cuiabá).

Nas últimas horas os sintomas se agravaram e o gestor acabou vindo a óbito. Camilo era natural da cidade de Severino de Almeida (RS), mas se mudou para o município de Sapezal ainda jovem.

Ao longo da vida pública, foi o responsável pela construção de estradas e pontes que proporcionaram o acesso entre a Zona Rural e a cidade.

Por meio de nota, o prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (PL) lamentou a morte. “O prefeito Valcir Casagrande lamenta profundamente a perda deste profissional exemplar, que muito contribuiu para o desenvolvimento de Sapezal. Mais recente como secretário de Obras onde desenvolveu um brilhante trabalho com profissionalismo e acima de tudo honestidade”, escreveu.

A prefeitura de Sapezal ainda deverá declarar 3 dias de luto oficial pela morte de Camilo Felipe.

PANDEMIA

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (01.03), 252.528 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.832 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.639 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 252.528 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.603 estão em isolamento domiciliar e 236.768 estão recuperados.

 

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA