POLÍTICA NACIONAL

Augusto Nunes afirma que Rodrigo Maia “se julga primeiro-ministro do Brasil”

Publicados

em

O jornalista apoia ministro-chefe do GSI, que afirmou o governo não pode se deixar chantagear pelo Congresso

Por Viviane Oliveira- 21 de fevereiro de 2020 292

Reprodução

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, teve uma conversa com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, registrada secretamente. Situação na qual ele afirmou que o governo não pode “aceitar esses caras chantagearem a gente o tempo todo”.

‘Esses caras’ é referência ao Congresso Nacional, o que repercutiu nas Casas Legislativas e na imprensa. O jornalista Augusto Nunes manifestou apoio a declaração de Heleno e disse “O que disse o general Heleno é o que os brasileiros decentes pensam. É a verdade. Eu subscrevo a frase dele”. Nunes ainda afirmou que “Rodrigo Maia se julga primeiro-ministro do Brasil”.

O jornalista fez o comentário durante o programa ‘Os Pingos Nos Is’, da rádio Jovem Pan, nesta quarta-feira (19). E ressaltou: “É claro que [a frase] dita por um membro do governo provoca esse tipo de problema e essas reações. Como eu, Augusto, não ocupo nenhum cargo, posso dizer: o Congresso chantageia o governo. Não há outra palavra para qualificar o que faz o Congresso com o orçamento. Eles querem cada vez mais verbas. […] Eles estão violando a Constituição ao implantar um parlamentarismo de fato. O Rodrigo Maia se julga primeiro-ministro do Brasil”, declarou.

Leia Também:  Motorista exibe mensagem “Aceitamos Xerecard” em letreiro de ônibus e é demitido

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA