conecte-se conosco

MANCHETE 2

Bolsonaro, em rede social, chama João Dória de convarde, veja na íntegra

Publicados

em

 

Presidente Jair Bolsonaro, em rede social, aborda a assunto da discussão com João Doria, dizendo ser covardia, num momento crítico como esse aproveitar do pânico das pessoas para fazer politicagem, numa clara menção ao embate com o governador de São Paulo . Veja o post na íntegra:

– É mais fácil fazer demagogia diante de uma população assustada, do que falar a verdade. Isso custa popularidade. Não estou preocupado com isso! Aproveitar-se do medo das pessoas para fazer politicagem num momento como esse é coisa de COVARDE! A demagogia acelera o caos.

– Se estivesse pensando em mim, lavaria as mãos e jogaria para a platéia, como fazem uns. Penso no povo, que logo enfrentará um mal ainda maior do que o vírus se tudo seguir parado. NÃO CONDENAREI O POVO À MISÉRIA PARA RECEBER ELOGIO DA MÍDIA OU DE QUEM ATÉ ONTEM ASSALTAVA O PAÍS!

– Quase 40 MILHÕES DE TRABALHADORES AUTÔNOMOS já sentem as consequências de um Brasil parado. Sem produzir, as empresas NÃO TERÃO COMO PAGAR SALÁRIOS. SERVIDORES DEIXARÃO DE RECEBER. Não tem como desassociar emprego de saúde. Chega de demagogia! NÃO HÁ SAÚDE NA MISÉRIA!

– Não queremos descaso com a questão da Covid-19. Apenas buscamos a dose adequada para combater esse mal sem causar um ainda maior. Se todos colaborarem, poderemos cuidar e proteger os idosos e demais grupos de risco, manter os cuidados diários de prevenção e o país funcionando.

– Com muita serenidade, juntos, podemos vencer essa batalha! 🇧🇷

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MANCHETE 2

Apesar de paralisar o comércio prefeito mantém cobrança de impostos

Publicados

em

Prefeito, hoje, em comunicado via Facebook

Apesar de paralisar o comércio prefeito mantém cobrança de impostos

No mais duro golpe do poder público contra economia da capital, o prefeito mantém decreto e se matem insensível aos apelos dos pequenos, micro empresários e seus funcionários que em breve estarão desempregados.

São pequenos comerciantes, profissionais liberais, ambulantes, que se esforçam dia a dia pra manter o alimento de seus filhos e sua própria subsistência.

O decreto proíbe de maneira inflexível a maioria desses profissionais ao pelo menos tentarem sobreviver nesse momento de crise aguda.

Como se não fosse o bastante, o prefeito mantém a cobrança integral dos impostos que recaem justamente sobre esses alijados de sua possibilidade de sobrevivência.

Veja o trecho do decreto que mantem a cobrança de taxas e impostos.

 

Art. 28. Fica determinado que os serviços disponibilizados ao cidadão, a exemplo dos discriminados abaixo, pela Procuradoria Fiscal da Procuradoria-Geral do Município de Cuiabá, bem como pelo Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC) e pelas Lojas de Atendimento ao Cidadão (LACs) da Secretaria Municipal de Fazenda, serão realizados prioritariamente por intermédio do sítio eletrônico da Prefeitura Municipal de Cuiabá (www.cuiaba.mt.gov.br), por intermédio de telefones e pelo aplicativo WhatsApp, cujos números serão fornecidos pelos referidos órgãos:

I – emissão de certidão positiva com efeito de negativa;

II – parcelamentos de tributos;

III – consultas à processos administrativos fiscais;

  IV – emissão de extratos e de guias de tributos;

V – fornecimento de carta de anuência;

VI – plantão tira dúvidas.

 

Continue lendo

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA