REPÚBLICA

Câmara volta atrás e “ressuscita” o auxílio-mudança para deputados reeleitos

Publicados

em


.
Plenário da Câmara dos deputados.| Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados “ressuscitou” o auxílio-mudança para todos os parlamentares reeleitos ou que moram em Brasília. A extinção do benefício, que é de R$ 33,7 mil por parlamentar, havia sido oficializada no dia 12. Mas, na quarta-feira (16), a Mesa Diretora reviu a decisão sob o argumento de que a reunião em que se tratou do assunto só aprovou o fim do benefício para deputados em fim de mandato que tenham exercido a função por menos de 180 dias ininterruptos – o que só atinge suplentes que foram parlamentares por períodos curtos. Em 2018, Câmara e Senado gastaram R$ 20 milhões com o auxílio-mudança de 298 parlamentares reeleitos.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA