TECNOLOGIA

Canal Terça Livre consegue na Justiça direito de reativar conta no YouTube

Publicados

em


source
Jair Bolsonaro e Allan dos Santos
Divulgação/Planalto

Jair Bolsonaro e Allan dos Santos

O bolsonarista Allan dos Santos conseguiu na Justiça a possibilidade de retomar seu canal no YouTube , o Terça Livre . O desembargador Mathias Coltro, da 5ª Câmara de Direito Privado do TJ de São Paulo estipulou sujeitou a rede à multa de R$ 10 mil por dia que o canal continuar restrito. A decisão tem caráter liminar (provisório).

Allan é investigado no inquérito das fake news , instaurado no Supremo Tribunal Federal (STF) sob a relatoria do ministro Alexandre de Morais. O canal foi desativado pela primeira vez em fevereiro deste ano por violar as diretrizes da plataforma. Alguns dias depois, o desembargador Coltro despachou uma liminar que determinava o retorno do perfil.

Na semana passada, no entanto, o canal caiu novamente. Agora, o YouTube restabeleceu os acessos e o perfil deve seguir no ar até o julgamento da apelação.

O perfil está no ar há mais de 6 anos, com mais de um milhão de inscritos e 8 mil membros assinantes.

“Continuaremos trabalhando para demonstrar ao Tribunal que as medidas adotadas pelo YouTube estão em linha com nosso esforço em preservar as regras aceitas por todos os nossos usuários e em garantir um ambiente seguro para todos na plataforma”, disse o YouTube ao G1.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA