MUNDO

Ciclone mata 33 pessoas, deixa 100 desaparecidas e paralisa vacinação na Índia

Publicados

em


source
Ciclone deixa destruição e pessoas desaparecidas na Índia
REPRODUÇÃO/G1

Ciclone deixa destruição e pessoas desaparecidas na Índia

A passagem do ciclone Tauktae na Índia deixou ao menos 33 mortes e quase 100 desaparecidos nos estados do oeste do país, como Kerala, Goa, Maharashtra e Gujarat. O fenômeno é um dos piores a atingir a região em décadas, e, além disso, a Índia vive o momento com mais mortes por Covid-19 desde o início da pandemia . As informações foram apuradas pela  Folhapress .

Os fortes ventos derrubaram casas, árvores e torres de energia elétrica. Ao atingir a costa de Centenas de milhares de pessoas ficaram sem energia depois que o ciclone atingiu a costa de Gujarat nesta segunda-feira (17), mais de 16.500 residências foram danificadas e 40 mil árvores arrancadas. Também houve bloqueio nas estradas, o que dificultou o trabalho das equipes de resgate.

Além disso, em meio à tempestade, uma embarcação petroleira com 273 pessoas a bordo afundou. Dessas, apenas 182 foram resgatadas e as outras seguem desaparecidas. “Esta é uma das buscas mais desafiadoras que eu vi nas últimas quatro décadas”, disse Murlidhar Sadashiv Pawar, subchefe da Marinha indiana.

Leia Também:  Noiva de José de Abreu fala sobre perseguição política, casamento e mais


Pandemia

Além do ciclone , ontem o país também registrou um novo recorde de mortes em decorrência da Covid-19 , com quase 280 mil infecções nas últimas 24 horas e 4.329 óbitos. No total, foram mais de 250 mil mortes no país.

As autoridades de Gujarat trabalham para evitar cortes de energia nos hospitais e fábricas de oxigênio da costa. O estado também precisou suspender a campanha de vacinação por dois dias devido ao ciclone. Mumbai fez o mesmo por um dia. O governo de Gujarat disse esperar que o clima melhore na quarta (19).

Fonte: IG Mundo

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA