ECONOMIA

Comerciantes seguem pressionando por reabertura dos shoppings em Cuiabá

Publicados

em

A reabertura dos shoppings e os primeiros dias da retomada do comércio da Capital foram alguns dos temas debatidos na reunião mensal dos membros da diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC), na tarde de quarta-feira (13.05), por videoconferência.  A Associação está na linha de frente da discussão sobre a liberação do funcionamento dos shoppings, com demais líderes empresariais, articulando reuniões entre os donos dos empreendimentos e lojistas, com o prefeito Emanuel Pinheiro. “Mostramos ao prefeito que os shoppings estão preparados para receber a população. Esperamos que ele se sensibilize, amenize as restrições e libere o quanto antes, pois os empresários estão preocupados com a atual crise econômica que se instalou no setor”, explicou o presidente da ACC, Jonas Alves. 

O representante do setor de Shopping Center e diretor da ACC, Arnaldo Felicio dos Santos Filho, lembrou que os lojistas estão sendo muito prejudicados e clamam pela reabertura. “Tentamos flexibilizar com o prefeito o atendimento via drive-thru para o Dia das Mães, como ocorreu em outras cidades, mas não foi possível. Na última reunião apresentamos um estudo bem detalhado para reabertura, com todas as medidas de higienização, inclusive, com medição de temperatura e estamos otimistas”, disse.

Os lojistas de rua de Cuiabá reabriram as portas no dia 27 de abril, após mais de um mês fechados, respeitando decretos da Prefeitura e do governo estadual, em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Durante o período em que o comércio esteve fechado, a Associação Comercial atuou junto à Prefeitura de Cuiabá para minimizar os impactos aos empresários. 

Leia Também:  Brasileiros são acusados de fraudar criptomoedas em US$ 62 mi nos EUA

 

Estação, maior Shopping da capital, também se encontra com suas portas fechadas


Também foram feitas algumas campanhas em apoio aos comerciantes, como a “ACC Por Cuiabá”, nas redes sociais e nos meios de comunicação, mostrando as empresas que encontraram no delivery uma maneira de manter os negócios. “Antes de abrir fizemos uma pesquisa e indagamos os empresários se estavam preparados para o retorno das atividades, se tinham todas as orientações necessárias de segurança e higiene para os clientes e funcionários. Cerca de 89% disseram estar cientes das recomendações”, explicou Alves. 

Apesar das circunstâncias econômicas, a pesquisa da ACC apontou que 44% dos empresários apresentaram sentimento de otimismo quanto o retorno das atividades. Dentre os otimistas, está o empresário Laurence Prado, membro da diretoria da ACC e proprietário de uma empresa especializada em produtos odontológicos. “Temos que conquistar a confiança dos clientes, fazer acontecer e não esperar cair do céu. Nas últimas semanas percebemos uma recuperação, acredito que vai melhorar ainda mais”, comentou Prado durante a videoconferência.

Já para o diretor Roberto Peron, apesar do retorno de circulação de pessoas na região central de Cuiabá, as compras continuam tímidas. “Estamos vivendo um momento muito complicado, as pessoas estão comprando apenas o necessário”, contou.

Leia Também:  Alta da Selic encarece crédito e prestações, diz Anefac

Ainda na reunião, foram mostradas outras iniciativas que a Associação Comercial de Cuiabá está inserida, entre elas, o apoio nas discussões relacionadas aos projetos de lei que tratam do congelamento da cesta básica e dos descontos nas escolas particulares de Cuiabá, e a doação de máscaras de acrílico para prestadores de serviço da saúde. 

Jovem Empresário

Dentro da sua estrutura empresarial, a Associação Comercial de Cuiabá abriu espaço para os jovens empreendedores e pretende estreitar os laços com a nova geração. Convidado para a videoconferência, o presidente da Associação de Jovens Empreendedores e Empresários (AJE/MT), Vinicius Pardi, ressaltou a importância do engajamento dos diretores para que seus filhos façam parte dos negócios e assim participem da sucessão familiar.

“Essa parceria só vem a somar, principalmente pela experiência da Associação Comercial com o empreendedorismo, estamos abertos para trocar informações e aprender”, finalizou. 

Participaram da videoconferência, além do presidente Jonas Alves, os diretores Manuel Gomes da Silva, Roberto Peron, Antonio Menegassi, Laurence Prado, Roque Silva, Orivaldo Julio Alves (vereador Orivaldo da Farmácia), o consultor jurídico Rafael Furman e a gerente da ACC, Samanta Freitas.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA