JUDICIÁRIO MT

Comissão avalia mais 17 candidatos em prova oral para magistratura

Publicados

em


A Comissão Especial Examinadora do Concurso Público de Provas e Títulos para o Ingresso na Magistratura de Mato Grosso avaliou 17 candidatos nesta segunda-feira (26 de julho), durante o nono dia de prova oral.
 
O reforço com a contratação de magistrados para as comarcas do interior é uma das prioridades desta gestão do Judiciário, como forma de aprimorar os trabalhos e principalmente o atendimento da população, um ganho para a sociedade, para a Justiça estadual e advocacia. O edital prevê nove vagas, mas a presidente do Tribunal, desembargadora Maria Helena Póvoas, anunciou a intenção de chamar 25 juízes para o primeiro grau de jurisdição.
 
O resultado do concurso será divulgado no dia 30 de setembro e a homologação ocorrerá no dia 7 de outubro, o que aumenta a expectativa dos candidatos habilitados para esta quarta fase, a penúltima do certame. É o que conta o mato-grossense, nascido na cidade de Nobres, Alex Valandro de Oliveira, ao comparar a trajetória no concurso com a subida em uma montanha.
 
“Chegar até esta fase do concurso é um sonho para mim e estava refletindo sobre isso. A sensação que qualquer concurseiro tem é de estar subindo uma montanha e vivenciando aquele desafio que é o crescimento intelectual e humanístico, necessário nessa bagagem para ser juiz. A expectativa é muito grande, mas admito que, fazendo a analogia da montanha, é muito mais bonita a caminhada durante a subida, o aprendizado que você tem. Interessante perceber o quanto crescemos como ser humano e profissional do Direito, aprofundando as matérias e aprendendo os diversos aspectos que envolvem a atividade judicial”, relata.
 
O candidato fala da condução do certame, pelo Tribunal de Justiça. “Estou feliz por estar aqui hoje. É muito nervosismo, são diversas circunstâncias que pesam, sobretudo o contexto da pandemia. Quero agradecer e enaltecer o trabalho do Tribunal de Justiça no sentido de assegurar a realização desse certame, mesmo levando em conta esse contexto tomando todas as precauções necessárias para que os atos aconteçam e as arguições ocorram na mais absoluta normalidade”, acrescenta.
 
Com as arguições de hoje completa-se nove dias de prova oral, atividade intensa, tanto para candidatos quanto para os integrantes da Comissão Examinadora do Concurso. O advogado Ulisses Rabaneda integra a Comissão Examinadora e fala sobre os trabalhos a avaliação dos participantes habilitados.
 
“É uma atividade intensa pois realizamos as arguições, buscando conhecê-los saber das qualidades e conhecimento jurídico de cada um, o uso correto do vernáculo, a capacidade de raciocínio jurídico, a desenvoltura do candidato. São vários requisitos avaliados, todos eles descritos em edital.
 
De acordo com o advogado serão mais três dias de provas orais finalizando, no dia 13 de agosto, a quarta etapa. “Uma média de 18 candidatos por dia de arguição. Cerca de 200 candidatos que chegaram à prova oral, o que torna o concurso para nós, que estamos examinando, cada vez mais desafiador. Isso porque temos muitos candidatos preparados e selecionar os melhores dentre um número tão grande resultará em bons quadros para a magistratura mato-grossense.”
 
As rodadas da prova oral ocorrem sempre às segundas e sextas-feiras, a partir das 9h e são transmitidas pelo canal oficial do TJMT no Youtube (acesse AQUI).
 
A Comissão Especial Examinadora do Concurso Público de Provas e Títulos para o Ingresso na Magistratura de Mato Grosso é composta pelos desembargadores Carlos Alberto Alves da Rocha (presidente), Guiomar Teodoro Borges e Gilberto Giraldelli.
 
Sorteio de pontos – O sorteio dos pontos do conteúdo programático para a prova oral ocorre sempre 24 horas antes das arguições. Neste domingo (25 de julho) a Comissão e os candidatos participaram do sorteio, também transmitido ao vivo pelo canal do TJMT no Youtube (confira AQUI). 
 
Provas – As rodadas de arguições tiveram início no dia 28 e seguem até 13 de agosto de 2021. São arguidos 20 candidatos por dia, com exceção do último dia, quando serão arguidos oito candidatos (sobra do número de candidatos aptos dividido por grupos de 20 pessoas).
 
Conforme o cronograma, a próxima arguição será realizada no dia 6 de agosto (sexta-feira), às 9h, com transmissão ao vivo pelo canal oficial do TJMT no Youtube. Não será permitida a presença de público para assistir a prova oral em razão da pandemia do coronavirus. Na quinta-feira (5/08) será realizado o sorteio dos pontos para a prova oral de segunda-feira.
 
Calendário – O resultado da prova oral será publicado no dia 19 de agosto de 2021. A avaliação dos candidatos inscritos nas vagas reservadas aos candidatos negros que se autodeclararam pretos ou pardos ocorrerá no dia 30 de agosto. O prazo para recurso quanto ao resultado da avaliação/autodeclarações será nos dias 2 e 3 de setembro.
 
Medidas de segurança e prevenção – Em razão das medidas sanitárias, necessárias e temporárias de prevenção da pandemia da Covid-19, são obrigatórios o uso correto e permanente de máscara facial pelo candidato, higienização adequada das mãos, uso de álcool 70%, evitar cumprimentos com aperto de mãos ou beijos, distanciamento social de no mínimo 1,5 metro, proibição de aglomeração e se possível evitar uso de adornos como brincos e pulseiras. Também não será permitida a presença de público para assistir a realização da Prova Oral, contudo, o evento será transmitido pelo canal oficial do TJMT no YouTube.
 
Informativos – Todos os normativos sobre o certame estão disponíveis nos editais N. 01/2021/CMAG e Anexos I e II; N. 02/2021/CMAG e Anexos e N. 03/2021/CMAG, publicados no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) 10996, do dia 10 de junho de 2021 (confira AQUI). 
 
Leia mais sobre o assunto:
 
 
 
 
 
 

Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT 

Leia Também:  Poder Judiciário de Mato Grosso

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA