MANCHETE 2

Judiciário mato-grossense baixa portaria proibindo audiências presencias para evitar proliferação do Coronavírus

Publicados

em

Presidente do tribunal de justiça Desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, baixou portaria de número 15/2020 nessa última sexta, dia 13 de março, definindo uma série de medidas a serem tomadas  com intuito de evitar a proliferação do coronavírus entre servidores do judiciário, magistrados  e operadores do direito.

Dentre as medidas definidas estão a obrigatoriedade de manter frascos de álcool nos balcões de atendimento, as audiências passarão a ser feitas por videoconferência, e será permitido a permanência nas salas apenas as pessoas necessárias a realização das audiências, será suspenso por 30 dias todas as solenidades do Poder Judiciário, bem como haverá  a obrigatoriedade de fixar nos balcões de atendimento e nas portas das salas de audiência,  instruções a população sobre os riscos e como evitar a contaminação do coronavírus.

Todas essas medidas acima citadas passam a ser colocadas em prática já nessa segunda dia 16 de março.

Leia Também:  PCE fará eleição para novo presidente da Associação dos Servidores

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA