Geral

Cuiabá tem quase 50 mil doses de vacina contra Covid paradas

Publicados

em

 

Em Cuiabá, quase 50 mil doses da vacina contra a Covid-19 estão paradas e ainda não foram aplicadas. São doses que já foram recebidas pelo Ministério da Saúde e distribuída pelo governo estadual, mas que ainda estão no estoque da Secretaria Municipal de Saúde da capital. Com doses paradas, a Justiça deu prazo de três dias para que a prefeitura providencie a abertura de, no mínimo, mais 10 locais de vacinação para o grupo prioritário de idosos.

A decisão é dessa segunda-feira (19).

Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá (SMS) informou, por meio de nota, que recebeu a notificação e encaminhou para a coordenação da campanha de vacinação Vontra a covid-19, que já está fazendo o levantamento necessário para apurar a situação. Além disso, irá analisar todo o banco de dados e, encaminhará manifestação ao TCE no prazo de 15 dias concedido pelo órgão de controle.

De acordo com os dados do Painel Covid-19, da Secretaria Estadual de Saúde (SES), 137,6 mil doses foram distribuídas para Cuiabá, até essa segunda-feira (19). Deste número, 82,6 mil receberam a primeira dose e 54,9 mil receberam a segunda dose.

No entanto, de acordo com os dados da Prefeitura de Cuiabá, apenas 88 mil doses foram aplicadas, o que corresponde a 64% das doses recebidas. Dessa forma, ainda há 49.361 doses do imunizante paradas no estoque municipal.

Leia Também:  Educação infantil, assistência social e transparência são destaques em Cuiabá

Esses lotes serão usados para primeira dose de trabalhadores da saúde e idosos acima de 65 anos. Uma parte também está reservada para os idosos de 75 a 79 anos, que receberão a segunda dose a partir desta terça-feira (20).

Para acelerar a velocidade da imunização, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) determinou que os novos 10 postos de vacinação deverão atender as regiões de bairros mais longínquos como o Jardim Industriário, Pedra 90, Pascoal Ramos, Residencial Coxipó, Parque Cuiabá, Coophema, Tijucal, CPA III, Três Barras, Doutor Fábio, Novo Paraíso e Coophamil.

Cuiabá tinha apenas um polo de vacinação, no Centro de Eventos do Pantanal, até a semana passada, quando foram criados três novos pontos, para descentralizar o atendimento.

Dessa forma, a vacina está sendo aplicada em quatro lugares na capital, atualmente:

Centro de Eventos Pantanal, no Bairro Bela Vista

Universidade Federal de Mato (UFMT), no Bairro Boa Esperança

Sesi Papa, no Bairro Morada do Ouro

Sesc Balneário, no bairro São João del Rei

Leia Também:  Thais Carla vence processo contra nutricionista; indenização é de R$ 5 mil

Três meses de vacinação

A campanha de vacinação contra a Covid-19 em Mato Grosso completou três meses nessa segunda-feira (19).

As doses são aplicadas seguindo critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. No momento, a prioridade são os idosos.

A capital vacinou 66 mil pessoas com a 1ª dose. Desse grupo, 22 mil já tomaram a 1ª e 2ª dose.

Em Sinop, no norte do estado, mais de 11 mil pessoas entre idosos e trabalhadores da saúde receberam a primeira dose e 3 mil pessoas receberam a segunda dose.

Em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, somando os vacinados com a primeira e segunda dose, quase 30 mil pessoas já estão imunizadas.

Já em Tangará da Serra quase 8 mil pessoas receberam a primeira dose da vacina e 3 mil receberam a segunda dose.

No entanto, o ritmo de imunização ainda está abaixo do esperado.

A secretária adjunta de Saúde do estado, Danielle Bertucini, diz que a distribuição das doses enviadas pelo ministério da saúde é feita em até 48, mas imunização depende da estrutura montada pelos municípios. Folha max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA