POLÍTICA MT

Deputada confirma MDB com Mauro em 2022; partido quer eleger 6 deputados

Publicados

em

 

Após a decisão do presidente do diretório estadual do MDB, deputado federal Carlos Bezerra, que nomeou o ex-secretário e suplente de senador José Lacerda para presidir uma Comissão Interventora para dirigir o partido em Cuiabá, a deputada estadual Janaína Riva diz que o partido vive um “momento de paz”.

A decisão de Bezerra foi tomada após meses de disputa entre o grupo do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e a deputada estadual Janaina Riva.  “É um partido complicado como todos os outros. Mas, para a manutenção do partido às vezes é necessário tomar umas decisões mais dura como as que o Bezerra tomou e agora, durante a pandemia, as coisas naturalmente deram uma acalmada. Nem pega bem você ficar discutindo com prefeito de Capital em um período como esse”, disse Janaína Riva em entrevista à Rádio Capital FM.

Riva comentou que as discussões sobre a eleição do Diretório Municipal devem ser retomadas em março de 2022.  “Nossa prioridade agora não é mais discutir o Diretório Municipal. Por isso que o José está lá, para resolver questões administrativas, deixar o Diretório organizado e ano que vem fazermos a eleição”, explicou.

Ainda segundo Janaina, a intenção é trazer gente nova para o partido. Ela complementa que quer mais mulheres dentro da Assembleia Legislativa. “Nós [MDB] fomos de 16 mulheres vereadoras para 41, isso é um reflexo da minha representatividade como mulher. A gente quer melhorar isso, a meta é trazer pelo menos mais uma mulher deputada. Tenho estudado nomes, algumas já conversei, já convidei a Marchiane Fritzen, que foi candidata a vice em Rondonópolis, a Elise Ferrarin, de Lucas de Rio Verde, que também foi candidata a vice, e a Natasha Slhessarenko, médica e representante do Conselho Federal de Medicina”, relatou.

A parlamentar também afirma que o MDB pretende permanecer na base de apoio ao governador Mauro Mendes, que deve se candidatar a reeleição. Segundo ela, a prioridade da legenda será ampliar a bancada de deputados estaduais, com objetivo de dobrar o número de parlamentares na Assembleia.

“Hoje, o projeto do partido é a reeleição do governador e pretendemos continuar na base. Mas, a gente quer construir uma chapa forte de deputados Estaduais. A nossa meta e fazer de cinco a seis deputados”, conclui a parlamentar.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA