POLÍTICA MT

ELEIÇÃO PARA O SENADO: Caso Cooperlucas assombra candidatura de Pivetta

Publicados

em

Pivetta com deputado Allan Kardec, presidente do PDT MT

O vice-governador e candidato ao Senado Federal na eleição suplementar, Otaviano Pivetta (PDT), ainda é assombrando pelo “Caso Cooperlucas”, que compreendeu  um calote superior a R$ 200 milhões aplicado pela Cooperativa Agrícola de Lucas do Rio Verde (Cooperlucas) junto ao Banco do Brasil nas operações de Empréstimo (EGF) e de Aquisição (AGF) do Governo Federal, quando era prefeito em Lucas.

O esquema, que tirou o sono de Pivetta  por muito tempo, e, inclusive, foi determinante para que ele abandonasse a vida pública por alguns anos, assombrará a sua campanha eleitoral ao Senado, diante da forte vinculação do seu nome ao escândalo. O caso ocupou as manchetes de jornais como A Gazeta durante longo período, em reportagens assinadas pelo então repórter Romilson Dourado que, nessa fase, se transferiu de Rondonópolis para Cuiabá.

Na época, o vice-governador e o seu irmão, Adriano Pivetta, foram denunciados pelo Ministério Público Estadual (MPE) como envolvidos no caso. Porém, os dois tiveram os processos prescritos.

Leia Também:  Técnica de enfermagem finge ter vacinado idosa contra idosa e é assasses

Denúncia

De acordo com a denúncia do MPF, o esquema consistia em fraude e extravio na armazenagem de grãos da cooperativa, em Lucas do Rio Verde, que era fiel depositário da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Os envolvidos teriam realizado operações de financiamento agrícolas pelo Branco do Brasil e os grãos, que deveriam ser entregues à União, para amortização da dívida contraída junto ao banco, porém foram desviados.

Na época, a Justiça Federal, condenou os réus a devolver aos cofres públicos o valor que teria sido desviado do Banco do Brasil: R$ 230 milhões. Maiores detalhes deste escândalo devem aparecer durante o confronto entre os 12 candidatos inscritos para a disputa pelo Senado, em eleição marcada para 26 de abril.

COM INFORMAÇÕES DO MUVUCA POPULAR

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA