MUNDO

Em meio à pandemia, Biden e Trump fazem celebrações discretas de Ação de Graças

Publicados

em


No Dia de Ação de Graças de 2020, Trump joga golfe em clube perto de Washington, D.C.| Foto: AFP

O presidente eleito dos Estados Unidos segundo projeções, o democrata Joe Biden, e o atual presidente, Donald Trump, terão comemorações do Dia de Ação de Graças discretas em casa, como milhões de americanos, enquanto a pandemia de coronavírus se alastra pelo país.

O ex-vice-presidente Biden passa o feriado na pequena cidade litorânea de Rehoboth, no Delaware, onde ele e a mulher, Jill, têm uma casa de férias. Os Biden devem receber a filha, Ashley Biden, e seu marido, Howard Krein, para a ceia de Ação de Graças.

Este ano representará uma exceção rara da tradição de décadas dos Biden de se reunirem com a família completa no feriado, normalmente na ilha de Nantucket, no litoral do estado do Massachusetts. Em um discurso pré-feriado feito na quarta-feira (25), Biden disse que, até então, a única exceção para as viagens de Ação de Graças da família havia sido em 2015, quando seu filho Beau faleceu. “Lembro daquele primeiro dia de Ação de Graças [sem Beau], a cadeira vazia, o silêncio. Nocauteia você. É realmente difícil se importar. É difícil agradecer”, contou.

Para Trump, esta quinta-feira (26) foi muito diferente do ano passado, quando fez uma visita surpresa ao Afeganistão, encontrou-se com o presidente Ashraf Ghani e serviu peru a alguns soldados dos EUA antes de jantar com eles.

Trump gosta de comemorar feriados com frequência em sua estância de Mar-a-Largo, na Flórida, mas hoje ele se programou para permanecer na Casa Branca.

Mais importante que o Natal para muitos norte-americanos, o Dia de Ação de Graças consiste em uma grande celebração familiar, e este ano ocorre no momento em que o país registra o maior número diário de mortes em seis meses em decorrência do coronavírus. As mortes por covid-19 passaram de 2 mil em um único dia na terça-feira (24) pela primeira vez desde maio, e as hospitalizações atingiram um recorde de mais de 89 mil na quarta-feira (25).

+ na Gazeta

Receba nossas notícias

Receba nossas notíciasno celular

As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Siga o Feed RSS

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA