POLÍTICA MT

Emanuel anuncia conferência “técnica” para debater VLTxBRT

Publicados

em

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou que mediará no dia 7 de julho a Conferência sobre BRT ou VLT em Cuiabá e Várzea Grande. O evento será realizado na AMM (Associação Mato-grossense dos Municípios) e contará com participação de técnicos favoráveis aos dois modais de transporte.

A conferência será realizada um dia antes da visita da comissão da Câmara dos Deputados para acompanhar as obras. Segundo o prefeito, será dada “vez e voz” para defensores dos dois modais. “Não vamos aceitar palhaçada, nem agressão contra ninguém. Nem com quem defende VLT, nem com quem defende o BRT”, garantiu o prefeito em live realizada nas redes sociais.

O prefeito afirmou que usará o espaço para defender a retomada e conclusão do VLT. “Mesmo espaço que vou ter para defender o VLT, o governador Mauro Mendes terá para defender o BRT. Se ele não puder ir, mande técnicos”, pediu o prefeito. “Vamos deixar nossas diferenças de lado e fazer um debate de alto nível pensando na população de Cuiabá e região metropolitana”, complementou.

Leia Também:  PC recupera 29 cabeças de gado em MT

O gestou anunciou que um dos defensores do BRT que irá participar será o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (União Brasil). “E vai ter seu direito de fala garantido e será respeitado”.

Emanuel afirmou ainda que este será o primeiro “debate de alto nível” realizado sobre o modal de transporte em Cuiabá e Várzea Grande. “Da população mais humilde, ao governador do Estado, ninguém sabe nada sobre o processo. Acontece que quem é mais alinhado ao governador, vai defender o BRT e xingar o prefeito. Quem é mais alinhado com o prefeito, vai defender o VLT e criticar o governador”, resumiu.

Temas como tarifa, traçado, sistema de combustível e outros serão debatidos na conferência. “Não vai ter bagunça, politicagem, xilique de ninguém. É debate técnico, a favor do povo, com garantia de segurança a todos os participantes”, finalizou.

Fonte: Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA