POLÍTICA MT

Emanuel Pinheiro diz que Abílio está agindo contra colega por desespero

Publicados

em

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) se pronunciou em relação às ofensas proferidas pelo Vereador Abílio Júnior (PSC) contra Toninho de Souza (PSD), na última semana.

Segundo o gestor municipal,  as ofensas feitas pelo parlamentar é um ato de desespero.

“Lamentável. Está vendo a situação ficar cada vez mais delicada e quer atirar em todo mundo. Isso é desespero de quem não quer arcar com as consequências de seus atos”, afirmou o prefeito

O vereador proferiu durante reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó que investiga Emanuel.  Abílio acusou o colega de agir para proteger o prefeito e ainda rotulou Toninho como “pau mandado”.

O parlamentar poderá ser cassado nos próximos dias por quebra de decoro, a Comissão de Ética da Câmara já aprovou o relatório pela cassação. O assunto ainda será deliberado em plenário.

Na oportunidade, Emanuel ainda falou que Abílio, assim como os demais vereadores devem cumprir o código de ética da Câmara .

“Vivemos em um País democrático, existem leis, normas e regras. E o Código de Ética e decoro parlamentar é uma norma. Existe e toda vida existiu dentro do nosso ordenamento jurídico”, ressaltou.

Leia Também:  MT assina contrato e compra 1,2 milhão de vacinas russa; gasto será de R$ 67 milhões

 O prefeito lamentou os episódios de agressão verbal ocorridos dentro da Câmara.

“Uma pena a gente ver tanta agressão, violência verbal, violência com intuito de denegrir esse ou aquele parlamentar que está realizando seu trabalho. Mas, não me envolvo em assunto da Câmara. Os vereadores são maduros, experientes suficientes e capazes de resolver seus problemas internamente, sem nenhum envolvimento do Executivo Municipal”, finalizou o pronunciamento.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA