conecte-se conosco


MANCHETE

Emanuel Pinheiro volta a criticar decisão de juiz e saúde no interior do estado

Publicados

em

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), em entrevista à Rádio Metrópole FM, voltou a criticar a não interiorização da saúde pública e não fechamento total das cidades, que, segundo ele, estão em caos, e seus pacientes acabam desaguando na capital, devido aos municípios não terem Unidades de Terapias Intensivas (UTIs).

“Aqui temos um planejamento, um estudo. Estávamos em total trabalho de toque de recolher e com medidas de biossegurança em todo o comércio que estava em funcionamento, mas o juiz José Luiz Lindote dá uma canetada e acaba com o nosso trabalho. Não sou contra Lockdown, não sou contra quarentena, mas desde que seja para todos. Pois fecha aqui, mas mantém o interior aberto. E o paciente do interior vem todo pra cá”, comentou o prefeito.

Pinheiro ainda disse que nesse momento, em que os leitos estão quase sem estrutura de internação, é necessário mais apoio do governo do estado quanto a implantação de leitos de UTI e enfermaria em cidades do interior.  “A cobrança vem só para Cuiabá, mas o interior vem todo pra cá. Eu volto a dizer, aqui temos 60% de ocupação de pacientes do interior e 40% de Cuiabá. Se o interior tivesse mais preparado, com certeza aqui teríamos mais fôlego e com mais leitos para atender o povo daqui”, comentou o prefeito.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA