POLÍTICA MT

EP não vê motivo para MDB apoiar Mauro

Publicados

em

 

Que as relações entre o governador Mauro Mendes (DEM) e o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) não andam bem já não é mais novidade. Porém, em meio ao “racha” no MDB, Emanuel voltou a questionar na quinta-feira (17) os motivos para que o partido faça parte da base de Mauro.

“O que justifica o MDB estar aliado a esse governo? Me dê um motivo, eu só queria que me dessem um motivo. Como gestão, obras, projetos… O MDB sendo tratado como está sendo tratado, como fez com o Bezerra. O MDB é tratado daquela forma”, alfinetou Emanuel.

O prefeito se refere ao desconforto causado por Mendes durante uma cerimônia realizada na quarta-feira (16), em que criticou publicamente o cacique do MDB, Carlos Bezerra, por cobrar cargos políticos.

Emanuel já havia saído em defesa de Bezerra e voltou a afirmar que esse não é o tipo de postura que se espera de um governador. “A biografia e a idade do Bezerra. Por respeito ao serviço que ele já prestou ao estado deveria ter sido tratado de forma diferente”.

Leia Também:  A estratégia de Bolsonaro é pintar Moro como oportunista e incompetente

Segundo o prefeito, a população não está feliz com o atual governo do Estado, o que somado ao pouco caso de Mendes com o MDB, seria suficiente para uma ruptura com o DEM. “Nós temos que estar com a sociedade, com quem produz, com quem gera emprego e renda e não com o governo que está definhando, que não disse ao que veio até agora”.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA