POLÍTICA MT

Ex-presidente do TJ disputa comando do TRE

Publicados

em

 

Na próxima quinta-feira (25 de fevereiro), o Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso escolherá os novos juízes-membros titulares, categoria desembargador, representados pelo presidente e vice-presidente/corregedor, que integrarão a corte do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso. Também serão eleitos dois juízes-membros substitutos, categoria desembargador.

O colegiado se reunirá às 13h30, em sessão por videoconferência, que poderá ser acompanhada pelo canal oficial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso no YouTube (acesse aqui). A votação será secreta e ocorrerá por sistema eletrônico de votação não presencial no qual cada eleitor receberá, por e-mail, o login e a senha, para a votação em cédula eletrônica.

Às vagas de presidente e vice-presidente concorrem os desembargadores, dispostos em ordem alfabética, Carlos Alberto Alves da Rocha, Nilza Maria Pôssas de Carvalho e Pedro Sakamoto. As vagas precisarão ser preenchidas em razão do fim do biênio dos desembargadores Gilberto Giraldelli e Sebastião Barbosa Farias em 26 de abril de 2021.

Já para as cadeiras de juízes-membros substitutos não houve inscrições. As vagas surgiram em razão do térmito do biênio dos desembargadores Marilsen Andrade Addario e Rui Ramos Ribeiro.

A Corte do TRE é composta por sete juízes-membros efetivos, sendo dois desembargadores (escolhidos dentre os membros do Tribunal de Justiça de Mato Grosso), dois juízes de Direito (também escolhidos pelo TJ), um juiz federal (escolhido pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região); e dois advogados (indicados pelo TJMT e nomeados pelo presidente da República, escolhidos pelo notável saber jurídico e idoneidade moral).

 

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA