MUNDO

Homem de 59 anos mata pais e diz: “Interrompiam minha maratona de animes”

Publicados

em


source
Junji Matsumoto ao ser preso no Japão
Reprodução/Twitter

Junji Matsumoto ao ser preso no Japão



Junji Matsumoto, de 59 anos, admitiu que matou seus pais por “não aguentar mais cuidar deles”. De acordo com o jornal “Tokyo Reporter”, em depoimento a polícia, após ser preso, Matsumoto afirmou que seus pais, Hirozaku, de 88 anos, e Makie, de 87, sempre o interrompiam enquanto ele assistia à sua maratona de animes.

Os assassinatos aconteceram no dia 21 de junho, na cidade de Fukoka, no Japão. Dois dias depois, Matsumoto começou a percorreu algumas cidades do país para despistar a polícia. Ele foi capturado apenas no dia 5 de julho, em Kyoto, a 600 km da sua cidade.



Na sua confissão, Matsumoto disse que estrangulou seu pai com um cabo elétrico, após ele solicitar ajuda para ir ao banheiro. Depois de matar os pais, o criminoso escondeu os corpos na geladeira.

Leia Também:  Erdogan usa imigrantes para pedir trégua na Síria
Fonte: IG Mundo

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA