MANCHETE

Idoso perde carteira e reencontra mãe que não via há 51 anos

Publicados

em

 

O aposentado Daniel Amaral Sobrinho, 68, não podia imaginar como um esquecimento mudaria a sua vida. Ao perder a carteira com documentos e dinheiro em 4 de setembro, ele acabou achando algo que procurava há 51 anos: a mãe. O reencontro só foi possível graças à uma postagem nas redes sociais do fotógrafo Luciano Prado que viralizou e teve mais de 101 mil compartilhamentos.

Daniel mora no bairro Altos da Serra, em Cuiabá, e saiu para ir à farmácia comprar os medicamentos de uso diário para controlar o diabetes e a hipertensão. Enquanto conversava com a esposa na saída de casa, deixou a carteira em cima do carro e acabou saindo sem ver que o objeto pessoal caiu em uma rua próxima de casa.

Morador do bairro vizinho, Luciano passava pela rua quando viu a carteira. Ao chegar em casa conferiu os documentos, o valor em dinheiro e decidiu postar no Facebook e Instagram para localizar o dono. “Meu post rodou o Brasil inteiro, gente me parabenizando uma atitude que era para ser comum, mas é atípico, de achar algo e devolver. Devolvi para ele, que estava até tremendo de nervoso por causa da situação”.

Porém, mesmo após a devolução da carteira o post continuou sendo compartilhado e durante 3 dias várias pessoas ligaram e foram até a casa de Daniel falar sobre o objeto perdido. “Muita gente viu e me falou. É algo raro hoje em dia, a pessoa fazer o correto. Uma vez deixei a minha carteira dentro do carro e esqueci de trancar, quando voltei tinham levado. Pensei que dessa vez não iria achar nem meus documentos”, conta o idoso.

Carteira achada e devolvida, Daniel voltou à vida normal, mas se surpreendeu quando recebeu uma mensagem vinda de Linhares (ES). Uma família viu a postagem e reconheceu o nome do filho da idosa que mora com eles. Aos 90 anos, Maria procurava pelo filho mais velho. Após algumas conversas pelo WhatsApp decidiram fazer uma chamada de vídeo para conferir alguns dados como nomes de parentes e cidades que moraram.

“A primeira vez que falei com ela meu coração parecia que ia sair pela boca. Foi uma emoção muito grande. Todo mundo aqui em casa chorou, foi uma alegria só”, lembra Daniel. Ele perdeu o contato com a mãe após viajar a trabalho e ficar vários meses fora de casa. Quando voltou, a família tinha se mudado e sem telefone ou qualquer outra referência da nova morada, acabou se perdendo da mãe.

“Ele tinha o sonho de achar a mãe dele, a gente já tinha tentado várias vezes, os nossos netos olhavam na internet e nada. Ele tinha medo de nunca mais ver a mãe, porque ela já está de idade”, afirma a esposa de Daniel, Emerenciana Chaves, 71.

Ao saber que sua ação teve um final mais que feliz, o fotógrafo se emocionou com o resultado. “Eu me sinto muito feliz, é uma situação muito indescritível, uma emoção muito grande. Na intenção de apenas achar o dono da carteira, acabamos encontrando a mãe que ele não via há mais de meio século”.

 

Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA