MUNDO

Índia bate recorde de casos de Covid pela 3ª vez em 4 dias

Publicados

em

 

 

A Índia registrou nesta quinta-feira (8) um novo recorde de novos casos confirmados (126.789), o terceiro em apenas quatro dias, e se aproxima dos 13 milhões de infectados.

O país sofre uma segunda onda de contágios com muitos infectados e poucas mortes. Foram 685 óbitos nas últimas 24 horas, o maior número desde novembro.

A Índia é o segundo país mais populoso do mundo (1,3 bilhão de habitantes), e o terceiro em número de casos (12,9 milhões) e o quarto em mortes (166 mil), segundo a universidade Johns Hopkins.

O recrudescimento da pandemia ocorre em meio a uma vacinação contra a Covid-19 ainda lenta (veja mais abaixo) e à proliferação de novas variantes, com o governo se recusando a impor um segundo lockdown nacional e diversas cidades impondo toques de recolher noturnos.

O estado de Maharashtra, cuja capital é Mumbai (o centro financeiro da Índia), é o mais atingido e tem sido responsável por metade das novas infecções.

O governo do primeiro-ministro Narendra Modi se recusa a impor um lockdown nacional, depois que o primeiro, ano passado, teve um forte impacto econômico. Mas Modi pediu aos estados que decidissem sobre a imposição de restrições locais para conter a disseminação do vírus.

Nesta quinta, em meio ao recorde de casos, o primeiro-ministro indiano tomou a segunda dose da vacina contra a Covid-19 e afirmou que “a vacinação é uma das poucas maneiras de derrotar o vírus”. “Se você é elegível para a vacina, tome-a logo”, escreveu Modi em uma rede social.

A Índia iniciou sua campanha de vacinação em janeiro e, até agora, mais de 90 milhões de trabalhadores de saúde e indianos com mais de 45 anos receberam ao menos uma injeção (e 11 milhões receberam as duas doses).

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA