ATIVIDADE PARLAMENTAR

Indicações pedem melhorias no fornecimento de energia em Cuiabá e Aripuanã

Publicados

em


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) apresentou duas indicações no plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), no último dia 16, para tratar das melhorias e adequações para o fornecimento de energia elétrica, uma das reivindicações solicitadas pelo parlamentar visa atender o Assentamento São Jorge no Distrito de Conselvan, em Aripuanã (distante 1203 km de Cuiabá) e a outra propositura atenderá, os moradores do bairro Pedra 90, na capital.

A primeira Indicação de n° 2069/22 será encaminhada ao diretor da empresa Energisa, acerca da necessidade de viabilizar a limpeza e conservação da área localizada sob a rede elétrica da zona rural da saída do bairro pedra 90 (sentido Aricazinho, Água Limpa, colônia Leonor e pai da Divina em Cuiabá). O parlamentar também indicou n° 2070/22 ao diretor da empresa Energisa, acerca da necessidade de viabilizar o fornecimento de energia elétrica (luz para todos) para o Assentamento São Jorge (linha 46) no Distrito de Conselvan, município de Aripuanã.

“A situação da energia elétrica, é um problema urgente e o pedidos dos moradores de Aripuanã e também dos moradores do Pedra 90, é de suma importância devido às áreas citadas estar carente de limpeza e conservação já que a vegetação esta alta, podendo ocasionar incêndios, rompimento de cabos e constantes quedas de energia e colocando em risco a população da região”, argumentou Paulo Araújo.

Leia Também:  Botelho quer relatar PLC que altera repasses do ICMS para os municípios

Requerimento – Paulo Araújo apresentou ainda na sessão, um Requerimento de n° 182/22, após manifestação favorável do soberano plenário, que seja informado pela secretaria de Estado de Saúde (SES) o motivo pelo qual estão sendo indeferidas as solicitações de aumento de carga horária de 30 horas para 40 horas dos servidores da secretaria. O parlamentar justificou que o pedido é devido ao alto numero de pleitos de aumento de carga horaria não atendidos pela secretaria, bem como diante do aumento da demanda dos serviços profissionais.

Fonte: ALMT

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA