POLÍTICA MT

Júlio Campos será o candidato oficial do DEM para disputar o Senado

Publicados

em

Durante a reunião da cúpula partidária no gabinete do governador Mauro Mendes (DEM), nesta segunda-feira (17), foi definido que o ex-governador Júlio Campos será o candidato oficial do partido do Democratas (DEM) na eleição suplementar para o Senado que devem ocorrer no dia 26 de abril.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho, também estava presente na reunião. “Está definido que o nosso candidato será Júlio Campos. Agora a direção irá trabalhar para construir uma aliança ampla em torno do nome dele”, disse o parlamentar.

Durante a reunião o DEM sinalizou apoio do fundo partidário para os gastos de campanha. Júlio Campos esteve reunido na semana passada com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que já iniciaram a contratação de pesquisa eleitoral no Estado.

A decisão por Júlio Campos foi unânime, inclusive com o aval do deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), que também havia se colocado a disposição para a disputa.

Mendes avalizou o nome de Júlio após a direção nacional do Democratas ter apoiado o nome dele para a disputa ao Senado na semana passada. No entanto, a decisão também deve limitar o apoio do governador às candidaturas do vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) e de Carlos Fávaro (PSD). Ambos estavam disputando o apoio de Mauro, que tem sido cobrado para permanecer ‘neutro’ nesta disputa.

Leia Também:  EP culpa MM por preços altos de produtos e quer "governo popular" em MT em 2022

O aval do governador teria sido estratégico para por fim de uma vez na discussão do DEM, em ter candidatura ou apoiar a reeleição de Emanuel Pinheiro (MDB) em Cuiabá.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA