POLÍTICA MT

Justiça não vê uso da máquina e descarta cassar vereadora de VG

Publicados

em

A juíza da 20ª Zona Eleitoral de Várzea Grande, Eulice Jaqueline da Costa Silva Cherulli, julgou improcedente três ações de investigação judicial eleitoral (AIJE), contra a vereadora Rosy Prado (União Brasil). Ela respondia por suposta utilização do Centro de Controle de Zoonoses do município para fazer campanha.

As decisões foram proferidas entre os dias 17 e 19 de junho. Em todas elas, o próprio Ministério Público Eleitoral (MPE) deu seu parecer pela improcedência das ações, livrando a vereadora de ser cassada como pediu o processo.

Nas três das ações, Rosy Prado respondeu por supostamente ter obtido apoio de servidores que atuavam no Centro de Controle de Zoonoses no ano de 2020 para a realização de propaganda eleitoral, além de utilizar recursos do órgão como a internet, para sua candidatura. Fotos da então candidata teriam sido postadas em redes sociais ao lado de servidores municipais.

No entanto, conforme decisão da juíza da 20ª Zona Eleitoral, não ficou comprovado os supostos atos ilícitos da vereadora, o que fez com que ela concordasse com o parecer do MPE pela absolvição de Rosy Prado.

“Contudo, os pedidos articulados pelo Ministério Público Eleitoral não merecem prosperar. Com efeito, analisando detidamente estes autos digitais, verifico que não há elementos suficientes a comprovar que a investigada teria contado com a participação de servidores públicos durante o horário de expediente em prol de sua candidatura”, diz trecho da decisão.

Leia Também:  Juiz mantém bloqueio de R$ 712 mil de ex-secretário por esquema com OSS em MT

“No caso concreto, não foi identificada a participação de nenhum servidor público na postagem em alusão, assim como não existe qualquer indício de utilização de bem público. Além disso, o horário da publicação da foto não corresponde, necessariamente, ao momento em que a foto foi tirada”, continuou a juíza.

Rosy Prado teve a 4ª maior votação para a Câmara de Várzea Grande em 2020, com 2.437 votos.

Fonte: Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA