MANCHETE

Líderes do MDB expressam apoio a Bolsonaro e negam ter negociado cargos

Publicados

em

Tiveram reunião com o presidente

Que teria pedido apoio do partido

Mas para agenda ‘pós-pandemia’

O presidente nacional do MDB, deputado Baleia Rossi (SP), afirmou nesta 4ª feira (22.abr.2020) que o presidente Jair Bolsonaro pediu apoio do partido para a “agenda pós-pandemia”. Ele e o senador Eduardo Braga (MDB-AM) participaram de 1 encontro com o chefe do Executivo federal no Palácio do Planalto nesta tarde.

Baleia disse que o momento é de “união nacional” contra o único inimigo do país, o novo coronavírus. Segundo o deputado, a reunião foi para anunciar o apoio do partido de centro no enfrentamento à pandemia e, depois, para uma agenda de recuperação da economia. “Está todo mundo preocupado”, afirmou Rossi. Segundo ele, Bolsonaro tem comparado o Brasil a 1 paciente com “duas doenças”, na saúde e na economia.

Baleia negou que o partido tenha a intenção de negociar cargos no governo. Segundo ele, a legenda não indicará nomes para assumir funções na Esplanada. “O MDB não tem nenhuma intenção de indicar qualquer cargo no governo. Esse tema não deve nem circular neste momento, porque estamos no meio de uma pandemia.”

 

Leia Também:  Servidor é preso por matar rapaz em praça em Cuiabá; dívida motiva crime

Já o senador Eduardo Braga, do Amazonas –unidade da Federação que enfrenta iminente colapso no sistema de saúde– disse que levou ao presidente 1 requerimento aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado pedindo intervenção federal na saúde.  Os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para pacientes com o novo coronavírus já chegaram a 91% de ocupação, segundo a Secretaria de Saúde do Estado.

“O presidente ficou de orientar seus ministros para conversar com o Governo do Amazonas para que nós possamos ter medidas efetivas e emergenciais, mais concretas no Estado. Obviamente, dependerá da vontade do governador e do Governo do Estado do Amazonas”, afirmou Braga. A Presidência da República não se manifestou sobre a reunião.

Os congressistas conversaram com os jornalistas no Planalto depois da reunião com o presidente.

 

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA