POLÍTICA MT

Maioria dos deputados não aceita proposta de cortar 50% da VI

Publicados

em

Eduardo Botelho, presidente da Assembleia, propôs aos colegas cortar ao menos 50% da verba indenizatória de todos neste período de pandemia em que as atividades parlamentares estão restritas às sessões virtuais.

Além do salário próximo de R$ 30 mil, cada deputado embolsa R$ 65 mil de VI. Se a proposta de Botelho for aceita, o montante que iria para ações de combate à Covid-19 chegaria a R$ 780 mil mensais.

Mas a maioria dos deputados não aceita a ideia. Uns argumentam que a AL já contribuiu, devolvendo R$ 30 milhões para o Executivo investir no combate ao coronavírus. Outros sugerem que a redução da VI seja de no máximo 30%. E há aqueles com temor da redução pela metade acabar se tornando definitiva.

Leia Também:  Tribunal de Contas promove enxugamento de gastos na Corte

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA