MANCHETE 2

Mandetta pergunta a Bolsonaro: “Estamos preparados para ver caminhōes do Exército transportando corpos pelas ruas?”

Publicados

em

Eliane Cantanhêde revela no Estadão que foi tensa a reunião de hoje do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, com Jair Bolsonaro e outros ministros, como Fernando Azevedo, Sergio Moro e Rogério Marinho.

De acordo com a jornalista, Mandetta pediu ao presidente para criar “um ambiente favorável” à união do país no combate à epidemia do novo coronavírus e que o presidente não aparecesse num ônibus ou metrô, como Bolsonaro, disse que faria, porque ele, Mandetta, seria obrigado a criticá-lo. O presidente respondeu que, se o ministro o criticasse, ele o demitiria.

Mandetta também afirmou, diz a jornalista, que assumiria o papel de bode expiatório, se tudo desse errado no combate à epidemia, e disse que não usaria o sucesso para capitalizar-se politicamente.

No relatório de Catanhêde, Mandetta alertou sobre a gravidade da situação e disse que a morte de mil pessoas por Covid-19 equivalia à queda de quatro Boeings. “Estamos preparados para o pior cenário, com caminhōes do Exército transportando corpos pela rua? Com transmissão pela internet?”, disse ele a Bolsonaro.

Leia Também:  Sem Emanuel na convenção, candidato a vice será definido só na quinta-feira

Está explicado o motivo de Mandetta ter sentido depois a necessidade de bater na imprensa, durante a entrevista coletiva de hoje

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA