POLÍTICA MT

Márcia questiona superávit de MT: “lucro deve ser para pessoas”

Publicados

em

Esposa do principal adversário do governador Mauro Mendes (União Brasil), a primeira-dama de Cuiabá e candidata ao Governo do Estado, Márcia Pinheiro (PV), afirmou que não pretende fazer ataques pessoais, mas focar naquilo que deixou de ser feito durante a atual gestão. Ela foi oficializada ao cargo nesta tarde de quinta-feira (4), após ser chancelada na convenção partidária da Federação Brasil de Esperança (PCdoB, PT e PV).

“Eu não tenho que bater no Mauro Mendes. Eu tenho que bater naquilo que ele deixou de fazer. Não seria bater. Seria fazer aquilo que ele deixou de fazer e que é importante para as pessoas. As pessoas estão passando necessidade. As pessoas estão sofrendo. Nós temos que ter esse olhar!”, afirmou.

Em seu primeiro discurso como candidata, Márcia criticou um dos principais orgulhos do governador Mauro Mendes: o superávit financeiro bilionário do Estado. O questionamento é constantemente feito por outros opositores do governador, principalmente por aqueles com bandeiras mais voltadas ao social.

Leia Também:  Lucro da Cogna (COGN3) avança R$ 55,3 milhões

“O Estado não tem que ter lucro. O lucro é para as pessoas. O Estado é para servir e tirar aquilo tudo que tem no caixa e transformar em políticas públicas para levar serviço ao cidadão. Você tem que levar o Estado para o cidadão. Então, esse é o nosso enfrentamento, é isso que a gente quer fazer”, discursou.

Esta é a primeira disputa eleitoral de Márcia Pinheiro, à qual ela classificou como positiva para que a população tenha mais opções para votar nestas eleições.

Fonte: Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA