ARTIGOS

Mauro Carvalho Mente

Publicados

em

Ao defender o BRT o Secretário Chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, cita um arcabouço de números e estatísticas, porém omite que nos cálculos da tarifa do VLT está incluso a PPP Parceria Público Privada, um erro crasso, vez que o VLT tem que ser construído 100% com recursos públicos pois o Estado/Município não visam lucro ou retorno do capital e ainda isentando o ICMS da energia elétrica no consumo do VLT onde a tarifa poderá ser menor que a atual do coletivo da capital . Essa omissão destes numero seriajustamente para levar em erro todo um povo de um Estado a crer que o BRT seria a melhor opção qunado na verdade é a pior.
Não se pode condenar o VLT o modal nada tem há ver com quem praticou corrupção. Quem praticou corrupção que pague pelos seus feitos. Não se deve condenar as consequências, matando o que não foi a causa! A causa foi a desonestidade dos réus confessos !
Portanto chega de “mi mi mi “ , governador honre o voto popular e conclua o VLT

Eder Moraes

 

Veja abaixo a matéria cujo secretário teria falseado os numeros, Eder desmente secretário Mauro Carvalho

Secretário rebate EP e diz que decisão pelo BRT não foi tomada no “achismo e populismo”

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA