MANCHETE

Médico morto no Manso era filho de juiz; remédios foram achados

Publicados

em

Exames vão confirmar a causa da morte do filho do juíz Anésio Yamamura, o neurocirurgião Igor Yssao Moreira Yamamura, 38. Ele foi encontrado morto por volta das 16h de domingo (31), na região do Pontal Náutico, em Manso. Amigos suspeitarem de uma parada cardíaca e vários medicamentos foram localizados ao lado do corpo do agora ex-servidor do Pronto-Socorro de Várzea Grande.

De acordo com as informações, Igor passou o final de semana com o grupo de amigos no Manso. Eles estavam comemorando o aniversário de um deles. Mas, durante a manhã, ele não quis ir fazer o passeio em grupo.

Quando o grupo retornou do passeio, o encontrou caído ao lado da cama. Apesar da tentativa de resgate do Ciopaer, Igor não resistiu. Quando os socorristas chegaram, ele já estava morto. Vários medicamentos ainda não identificados foram encontrados ao lado do corpo.

Em nota, a Prefeitura de Várzea Grande lamentou a morte de Igor, que foi lembrado pela “dedicação profissional em salvar vidas humanas”. Foi informado ainda que o velório acontece nesta segunda-feira (1), na Capela Santo Antônio, no município.

Formado em Medicina pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) em 2007, Igor ainda fez residência em Neurocirurgia na Santa Casa de Campo Grande, além de ter se especializado em emergencista de resgate.

Leia Também:  O dia “D”: Bolsonaro em Uberlândia afirma que mudará o destino do Brasil em 07 setembro; vídeo

Fonte: Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA