SAÚDE

Mendes aponta Gilberto Figueiredo como idealizador do Hospital Regional do Araguaia; Veja video

Publicados

em

Reprodução

O ex-secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, esteve na última semana ao lado do governador Mauro Mendes (UB) no Norte do Araguaia, para presenciar a assinatura de uma ordem de serviço que possibilitará o início das obras de construção do Hospital Regional do Araguaia, em Confresa. Na ocasião, o chefe do Executivo ressaltou que o correligionário é um dos responsáveis pela iniciativa que concretizará a nova unidade.

“Se estamos aqui hoje é porque muitos ajudaram, muitos colaboraram. Mas para o Gilberto fica o meu reconhecimento, porque ele idealizou comigo no dia que tomamos a decisão de fazer esses quatro hospitais regionais e retomar a obra dos outros dois hospitais da nossa capital. Parabéns pelo seu apoio, falo no seu nome, no nome do Gallo representando todos aqueles que ajudaram e trabalharam”, destacou.

Mauro Mendes destacou ainda o conjunto de ações desenvolvidas por Figueiredo no tempo em que ele esteve à frente da Secretaria de Estado de Saúde (SES). “Na secretaria de saúde tínhamos mais de R$ 600 milhões em dívidas vencidas em todo o Estado com fornecedores, prestadores de serviço de toda natureza e ordem. Devíamos mais de 11 mil fornecedores. Essa era a dura realidade”, explica Mauro.

Leia Também:  Ministério monitora três casos suspeitos de varíola dos macacos

O ex-secretário agradeceu e destacou os benefícios que a nova unidade hospitalar irá levar para a população da região. “Muitas vezes quem mora aqui precisa se deslocar mais de 1.000 km para conseguir um atendimento de alta complexidade ou uma cirurgia. Mas agora a população contará com um hospital de alta complexidade em Confresa que atenderá toda região do Araguaia”.

O Hospital Regional foi projetado pela Secretaria de Estado de Saúde e recebeu o investimento de R$ 116,7 milhões. A unidade será referência para sete municípios do entorno e contará com um total de 151 leitos, sendo destes, 111 leitos de enfermaria e 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A obra foi feita pela Construtora Augusto Velloso S/A.

O hospital também terá 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames como tomografia e colonoscopia.

Novos Hospitais

Além do início das obras dos novos Hospitais Regionais de Juína e do Araguaia, o Governo de Mato Grosso também iniciará, em 2022, a construção de outros dois novos Hospitais Regionais, em Tangará da Serra e Alta Floresta. As ordens de serviço para o início dessas construções serão emitidas nos próximos dias, 22 meses de execução, com entrega prevista para 2024.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA