POLÍTICA MT

Mendes diz que não vai desistir da “guerra” contra os sonegadores em MT

Publicados

em

O Governador Mauro Mendes, recebeu durante o anúncio do embarque do deputado Wilson Santos (PSDB) na base governista, um relatório parcial da CPI da Sonegação e Renúncia Fiscal que está em funcionamento na Assembleia Legislativa, referente aos combustíveis. Mauro afirmou que vai convocar o Ministério Público, a Secretaria de Fazenda (Sefaz) e a Delegacia Fazendária (Defaz) para dar conta do trabalho contra os sonegadores.

“Nós conversamos com a comissão que fez a CPI da Sonegação, recebemos o relatório parcial desse trabalho e esse relatório denso traz constatações e muitas sugestões ao governo”, disse Mendes.

Mauro continuou a dizer que não  será fácil, mas que não vai desistir da “guerra” contra aos sonegadores em Mato Grosso. “Eu disse e repito, sonegador não terá vida fácil em nosso estado. Aqueles que trabalham corretamente serão tratados com todo respeito, nós precisamos melhorar essa relação, mas ela será melhor se mais pessoas pagarem (seus impostos) e conseguimos ter êxito no combate a sonegação”, afirmou Mauro.

O deputado estadual e presidente da CPI Wilson Santos, destacou que apresentou uma parte do relatório e o governador pode ver que o trabalho está sendo sério e mostra caminhos e soluções para o problema da sonegação.

Leia Também:  CPI do Paletó retoma as atividades nesta sexta-feira

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), revelou que o próximo passo da CPI é avançar sobre o agronegócio de Mato Grosso.

 

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA