Geral

Ministro de Bolsonaro detona Dráuzio Varella e Globo: ‘Desejo que vocês terminem no inferno’

Publicados

em

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, atacou o médico Dráuzio Varella após a repercussão de uma reportagem exibida pelo programa Fantástico, da Rede Globo, sobre a situação das transexuais nos presídios brasileiros.

A cena em que o médico abraça a transexual Suzy, que afirmou que não recebe visitas há mais de oito anos, causou tumultos nas redes sociais por opiniões pós e contra, principalmente após O Antagonista divulgar que ela foi condenada por estuprar e estrangular um garoto de 9 anos, em 2010. Dráuzio emitiu um comunicado justificando o abraço, dizendo que não é juiz e sim médico.

Em sua página no Twitter, o ministro escreveu: “Não é juiz? Não é gente?! Você e Marinho NÃO conseguem pedir desculpas! NÃO tem empatia ou compaixão com as crianças e famílias vítimas desse pedófilo! Continuem defendendo esse estuprador assassino, vocês se merecem. Antes que eu esqueça: desejo que vocês terminem no inferno!”.

Antes ele publicou na rede social, uma mensagem pedindo boicote a Rede Globo.

“Literalmente, abraçam o demônio! Suas novelas são LIXO, seus programas infantis são LIXO, seus jornais são LIXO e estão a serviço do Mal. Não vejam, não assistam, não comprem, NÃO FALEM COM NINGUÉM (entrevistas) que trabalhe para essa família Marinho”, diz o tweet.

 

 

Leia Também:  Cruz Vermelha pede doações de alimentos para período do Coronavirus

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA