CARROS E MOTOS

Moto movida a célula de hidrogênio da TVS antecede futuro no segmento

Publicados

em


TVS tem investido quer sair na frente e lançar tecnologia de células de hidrogênio como combustível alternativo
Divulgação

TVS tem investido quer sair na frente e lançar tecnologia de células de hidrogênio como combustível alternativo

Não é de hoje que se fala sobre a tecnologia das células de hidrogênio como um combustível alternativo na era espacial, mas este cenário vem mudando com o avanço nos estudos e o apoio do governo.

Só como exemplo, internacionalmente, os governos estão convergindo para 2035 para o fim das vendas de veículos emissores de CO2, e as autoridades do Reino Unido esperam uma saída ainda mais cedo para motocicletas da classe 125cc com motor a combustão, sugerindo uma data limite para 2030.

Empresas como Honda, Suzuki e Yamaha já demonstraram protótipos de motos de célula de combustível de hidrogênio há mais de uma década, mas até o momento parece ter havido pouco desenvolvimento desde então.

Leia Também:  Assembleia de acionistas define futuro da Petrobras nesta quarta

Diferente delas, a indiana TVS , empresa gigante da fabricação de mais de 2,5 milhões de bicicletas por ano e proprietária da Norton e parceira da BMW na produção dos modelos G310, está desenvolvendo um  scooter de célula de combustível simples e de baixo custo que pode chegar ao Reino Unido.

Moto movida por célula combustível precisa de um sistema de abastecimento por questões de segurança
Divulgação

Moto movida por célula combustível precisa de um sistema de abastecimento por questões de segurança

No caso deste modelo em especial, o scooter conta com design único e possui, entre outras facilidades, a montagem e manutenção como suas prioridades. O hidrogênio é armazenado em dois recipientes presos ao tubo inferior dianteiro do quadro, à frente das pernas do piloto, facilitando a instalação e remoção.

Estes tanques ligados por tubulação possuem bocal de abastecimento na frente. Atrás deles está uma bateria, sob o estribo, que fornece desempenho extra, além de atuar como um repositório de energia regenerativa (desaceleração ou frenagem). A célula de combustíve l recarrega enquanto as demandas de energia são menores.

Leia Também:  Cliente acusa Movida de bloquear carro em movimento

Já a bateria de células de combustível fica embaixo do assento, o que facilita a instalação, caso seja necessário retirar para manutenção. Outros componentes do sistema de combustível inclui regulador de pressão, medidor de vazão e válvula de fechamento, estão abaixo dele, perto do pivô do braço oscilante.

A patente da TVS não mostra detalhes do motor em si, mas é provável que seja uma unidade montada no hub, semelhante à de 4,4 kW da scooter elétrica a bateria TVS iQube existente.

Segundo a fabricante, enquanto o iQube pode fazer 96 km antes de parar para uma recarga de 4,5 horas , uma versão de célula de combustível pode ser reabastecida em segundos a partir de um posto de abastecimento de hidrogênio.

Fonte: IG CARROS

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA