conecte-se conosco


MATO GROSSO

MT Hemocentro atualiza Cadastro de Doadores de Medula Óssea

Publicados

em


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio do MT Hemocentro e em parceria com diversas instituições, promove a Semana Estadual da Importância da Conscientização da Doação de Medula Óssea – que ocorre de 25 a 29 de maio -, com o objetivo de sensibilizar a população para a importância de ser um doador voluntário e salvar vidas.

No Estado de Mato Grosso, até março deste ano foram cadastrados 65.409 doadores, sendo 11 transplantes realizados com sucesso desde 2015; o último ocorreu em fevereiro deste ano.

A doação de medula óssea é importante para o tratamento de pacientes com doenças que comprometem a produção normal de células sanguíneas, como as leucemias-, além de portadores de aplasia de medula óssea e síndromes de imunodeficiência congênita.

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto de Figueiredo, destaca que a iniciativa de ser um doador, é possível por meio do Redome, que é o cadastro nacional de doadores. “Estamos na semana de conscientização sobre a doação de medula óssea, que é importante para o tratamento de pacientes com doenças que comprometem a produção normal de células sanguíneas. Portanto, ajude a salvar mais uma vida. Faça o cadastramento no MT Hemocentro, que nesse momento de pandemia está atendendo por agendamento prévio, para evitar aglomeração, e participe dessa importante iniciativa que é a doação de medula óssea”.

Em Mato Grosso, o único serviço cadastrado pelo INCA (Instituto Nacional de Câncer) para realizar o cadastro de doadores de medula óssea é o MT Hemocentro, que está localizado na Rua 13 de junho, n° 1.055, e funciona de segunda a sexta feira, das 07h30 às 17h.

“Mesmo com a pandemia, o serviço continua funcionando normalmente. A pessoa que deseja se cadastrar pode comparecer espontaneamente no MT Hemocentro pode realizar o agendamento por meio do número 3623-0044 ramal 222”, informou a diretora do MT Hemocentro, Gian Carla Zanela.

Devido à diversidade populacional mato-grossense, a possibilidade de encontrar um doador compatível de medula óssea é maior. O MT Hemocentro dispõe de um serviço ambulatorial que atende pacientes com doenças hematológicas, sendo referência para todo o Estado, em que os pacientes podem precisar de um transplante como forma de tratamento; por isso é tão importante a sensibilização da população para o cadastro.    

Como ser um doador

Para que você seja um doador, é preciso se cadastrar no Registro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), que é responsável por todas as informações de todos os doadores voluntários de medula óssea cadastrados no Brasil.

Em Mato Grosso, foi sancionada por meio da Lei 9.807/2012, de autoria do deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), que institui a Semana Estadual da Importância da Conscientização da Doação de Medula Óssea, com o objetivo de despertar na população o esclarecimento acerca do cadastro voluntário consciente.

Há quatro anos o MT Hemocentro realiza, com parcerias, um encontro que demarca a Semana de Conscientização sobre a doação de Medula Óssea. Neste ano, o evento seria realizado na última semana do mês de maio, o IV Encontro de Conscientização sobre a Doação de Medula Óssea e I Encontro Hematológico e Hemoterápico mato-grossense. Porém, devido à pandemia, o evento foi suspenso.

Entre os dias 25 e 29 de maio, estará ocorrendo a divulgação de informações, apresentação de vídeos e debates sobre o tema por meio dos canais digitais (Facebook do MT-Hemocentro e Instagram do projeto CERHEMO).  

      

 

 

Fonte: GOV MT

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MATO GROSSO

Quinta-feira (04): Mato Grosso registra 3.388 casos e 84 óbitos por Covid-19

Publicados

em


.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (04.06), 3.388 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 84 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As cinco mortes mais recentes envolveram residentes de Cáceres, Confresa, São José dos Quatro Marcos, São José do Rio Claro e Pontes e Lacerda.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão: Cuiabá (975), Várzea Grande (324), Rondonópolis (253), Primavera do Leste (153), Tangará da Serra (152), Sorriso (134), Confresa (126), Lucas do Rio Verde (99), Barra do Garças (87), Sinop (83), Campo Verde (63), Pontes e Lacerda (61), Nova Mutum (51), Rosário Oeste (45), Jaciara (45), Alta Floresta (38), Cáceres (36), Peixoto de Azevedo (33), Sapezal (31) e Tapurah (30). 

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria.

Nas últimas 24 horas, surgiram 361 novas confirmações em Alta Floresta (1), Araputanga (1), Barra do Bugres (4), Barra do Garças (5), Cáceres (1), Campo Novo do Parecis (7), Campo Verde (14), Campos de Júlio (3), Confresa (21), Cuiabá (87), Itiquira (1), Jaciara (1), Lucas do Rio Verde (19), Marcelândia (1), Mirassol D’Oeste (3), Nossa Senhora do Livramento (5), Nova Mutum (16), Pedra Preta (6), Poconé (1), Pontes e Lacerda (15), Primavera do Leste (10), Rondonópolis (3), Santo Antônio do Leverger (1), São José do Povo (1), São Josér do Rio Claro (2), São José do Xingu (1), São José dos Quatro Marcos (3), Sapezal (5), Sinop (20), Sorriso (46), Tangará da Serra (8), Tapurah (14), Várzea Grande (25), Vila Bela da Santíssima Trindade (4), Vila Rica (2) e municípios de outros Estados (4). 

O Boletim ainda informa que, após investigação, houve a exclusão de dois casos do município de Dom Aquino por não atenderem aos critérios de caso confirmado para Covid-19. Além disso, uma notificação anteriormente contabilizada em Rondonópolis foi reposicionada para São José do Povo, município de residência do paciente. 

Dos 3.388 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.018 estão em isolamento domiciliar e 1.065 estão recuperados. Há ainda 221 pacientes hospitalizados, sendo 124 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 97 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 150 leitos de UTI e 733 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,6% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,4% masculino; além disso, 968 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 8.529 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 450 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Até a última quarta-feira (03), o Governo Federal confirmou 584.016 casos da Covid-19 no Brasil e 32.548 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 31.199 mortes e 555.383 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até o fechamento deste material, não foram atualizados os dados desta quinta-feira (04).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.
O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:
– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA