POLÍTICA MT

“Muito estranho esse negócio”, diz Mendes sobre nota da Capital

Publicados

em

O governador Mauro Mendes (DEM) colocou em xeque a informação divulgada pela Prefeitura de Cuiabá na última semana, dando conta de que a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) alterou de C para B a nota que mede a capacidade de pagamento das dívidas do Município.

A chamada Capag é medida pelo Tesouro e obtida após uma análise de uma série de indicadores, entre os quais endividamento, poupança corrente e liquidez. Ela é usada como parâmetro para o aval da União a empréstimos tomados por estados e municípios.

“Não tenho acompanhado esse assunto. Mas achei muito estranho esse ‘negócio’”, disse Mendes, ao ser questionado sobre o tema, na segunda-feira (2).

“Mas, como diz o outro: vamos ver os próximos capítulos”, resumiu o governador, com um semblante de ironia.

Nos últimos meses, Mendes se tornou um dos principais críticos à gestão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), especialmente no que diz respeito à situação fiscal do Município.

O governador chegou a afirmar, por exemplo, que como cuiabano se “preocupa muito com a situação da cidade”, já que ela está “endividada, quebrada e à beira de um caos”.

Leia Também:  Disputa a prefeito em Lucas afasta ainda mais Pivetta de Fávaro

Após a divulgação da avaliação pelo Tesouro, o prefeito afirmou que a melhora na nota é uma demonstração do equilíbrio fiscal de sua administração.

Segundo ele, todos os números revelados pela STN atestam que a cidade tem um nível de endividamento baixo, uma boa liquidez e capacidade de atrair financiamentos comprovada.

“Utilizou-se de um mantra de que Cuiabá está tendo muitas obras, muitas ações, mas que está crescendo a um custo muito caro. Falam que o Município está quebrado, que vai ficar muita dívida. Quer dizer, venderam o caos, venderam a fake news, venderam o colapso de uma cidade que está cada vez mais pujante”, disse o prefeito.

“Essa avaliação da STN vem colocar uma pá de cal em ataques e mentiras sarcásticas das quais fui vítima por parte de um esforço concentrado da oposição para tentar abalar nossa gestão. Administração que adotou um modelo dinâmico, inovador e inclusivo e que, por isso, incomoda tanto”, acrescentou Emanuel.

 

Fonte: Midia News

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA