ECONOMIA

Mutirão de emprego online oferece 5 mil vagas nesta segunda

Publicados

em


.

A 5ª edição do Mutirão de Emprego vai oferecer 5 mil vagas a partir desta segunda-feira (28). Conhecido pelas filas no Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, desta vez o evento será online, por causa da pandemia de coronavírus.

Leia também: Pedidos para o seguro-desemprego têm redução de 18,7% em agosto

Para participar, os candidatos podem se inscrever pelo site do Sindicato dos Comerciários de São Paulo (www.comerciarios.org.br), na plataforma para cadastro de currículos – que será acessada por empresas para seleção de candidatos.

Clicando na aba mutirão, eles encontrarão um passo a passo para anexar o currículo e responder informações sobre as habilidades e qualificações profissionais. Os trabalhadores cujos currículos forem selecionados serão contatados diretamente pela empresa interessada.

O evento é gratuito e conta com mais de 20 empresas, incluindo a capital e a Grande São Paulo. A estimativa é que o setor de supermercados ofereça o maior número de vagas, com salários entre R$ 1.500 e R$ 2.200.

Além das vagas, a plataforma também disponibilizará inscrições em cursos de qualificação profissional. “Assim, todo mundo ganha. A empresa encontra mão de obra qualificada, e o trabalhador tem a oportunidade de se qualificar para cumprir os requisitos das vagas e conseguir um emprego”, diz Ricardo Patah, presidente da UGT (União Geral dos Trabalhadore) e do Sindicato dos Comerciários de São Paulo.

O mutirão é promovido pela UGT, com apoio dos Sindicatos dos Comerciários de São Paulo, Asseio e Conservação (Siemaco) e dos Padeiros, e em parceria com a Secretaria de Deselvolvimento Econômico do Estado de São Paulo e Instituto Paula Souza.

No último mutirão, realizado em setembro do ano passado, mais de 65% das cerca de 10 mil vagas foram preenchidas, segundo o sindicato. Os eventos costumam ter mais candidatos do que vagas, mas não terminam com todos os postos preenchidos por falta de qualificação e outras questões.

“Neste ano vamos valorizar dois temas, a inclusão e a capacitação. Por isso, vamos trabalhar com o governo do Estado, por meio do Insituto Paula Souza, e com o Sistema S”, explica Patah.

Lidianne Andrade/ MyPhoto Press/ Estadão Conteúdo – 21.08.2020
Fonte: R7

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA