MUNDO

Orangotango fêmea é salva após viver como ‘prostituta’ na Indonésia

Publicados

em


source
Orangotango fêmea vivia como 'prostituta' na Indonésia
Reprodução/Borneo Orangutan Survival Foundation

Orangotango fêmea vivia como ‘prostituta’ na Indonésia

Ela vivia acorrentada a uma parede e deitada num colchão sujo ou num sofá surrado com o rosto cheio de maquiagem. Um cliente após o outro, Pony trabalhava como “prostituta” em um bordel na ilha de Bornéu (Indonésia). Só um detalhe: Pony é uma fêmea de orangotango.

Homens que trabalhavam numa fazenda de óleo de palma próxima entravam no bordel e podiam pagar algumas para fazer sexo com uma prostituta humana ou, terrivelmente, com ela. Muitos se satisfaziam bizarramente com Pony.

Sabendo o que era esperado, Pony girava os quadris quando um cliente batia na porta antes de ser estuprada por homens com o dobro do tamanho dela que pagaram seu dono pela experiência.

Roubada da sua mãe quando era bebê, a macaca gentil tinha o corpo inteiro raspado a cada dois dias, deixando sua pele irritada, coberta de feridas e propensa a picadas de mosquito. Pony foi ensinada a realizar atos sexuais com humanos.

Você viu?

A história comovente foi primeiramente relatada em 2018, conforme noticiou o “Sun”.

Leia Também:  Mudança climática: Mais de 3 bilhões podem viver em calor extremo

Felizmente, Pony, agora com 21 anos e livre dos atos de bestialidade, foi resgatada pela Borneo Orangutan Survival Foundation, e agora vive em um de seus centros de reabilitação para animais.

“Pony vive uma vida saudável dentro do complexo atualmente. Aos 21 anos, a falta de habilidades naturais e o comportamento não permitem que ela seja colocada em outros tipos de recintos. Esperamos que ela possa algum dia ter a chance de viver na ilha santuário. No complexo em que está hospedada, Pony sempre mostra um apetite saudável por frutas e ferramentas de enriquecimento que nossa equipe lhe dá”, disse nesta terça-feira (14/9), Nico Hermanu, assessor de Comunicação da entidade ambientalista.

Em outra frente, ativistas denunciam a atividade dos trabalhadores que eram “clientes” de Pony. A extração do óleo de palma é frequentemente apontada como bastante danosa para o meio ambiente. Para abrir espaço às plantações da árvore, que cresce em climas quentes, agricultores recorrem ao desmatamento em áreas ocupadas por florestas tropicais, hábitat de muitas espécies.

Leia Também:  Mais de 2 milhões de casos de Covid-19 são confirmados em todo o mundo

Pizza, sorvete, biscoitos, margarina, cosméticos e sabonetes são alguns dos muitos produtos que contêm óleo de palma, ingrediente cuja exploração comercial ameaça orangotangos e várias outras espécies.

Fonte: IG Mundo

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA