MANCHETE

PGE acusa irmão de coordenador de Emanuel de divulgar fake news em MT

Publicados

em

 

Irmão do coordenador da campanha de reeleição de Emanuel Pinheiro, Vanderlúcio Rodrigues, o empresário Valúcio Rodrigues será investigado por espalhar fake news contra o governador Mauro Mendes. Em post divulgado em grupos de Whatsapp, Valúcio publicou sobre o fechamento de 300 escolas estaduais com o intuito de cortar custos.

A postagem, segundo a representação da PGE (Procuradoria Geral do Estado), tem como pano de fundo o segundo turno da eleição municipal em Cuiabá. Isso porque, ele associa o governador ao vereador Abílio Junior (Podemos), candidato a prefeitura de Cuiabá na disputa contra o atual prefeito Emanuel Pinheiro.

O print do post no grupo de Whatsapp já foi entregue à Polícia Civil para que seja apurado. A investigação criminal foi requerida pela Procuradoria Geral do Estado, já que o caso traz uma fake news contra o governador Mauro Mendes e a Secretaria de Estado de Educação.

A representação destaca ainda a repercussão da “fake news”, que gerou, entre outras coisas, requerimentos de deputados estaduais cobrando explicações sobre o suposto fechamento de escolas. “Em que pese o extremo respeito da SEDUC à liberdade de imprensa, certo é que houve divulgação de fatos inverídicos e que são capazes de causar pânico e medo na população mato-grossense”, assinala a representação da PGE.

Para afastar a “fake news”, o secretário de Educação teve que se posicionar no site oficial do Governo e desmentir a publicação.

Para a PGE, a “situação é ainda mais grave quando observada a veiculação de fake news no ápice do período eleitoral, o que pode prejudicar gravemente e de maneira injusta os candidatos que estão concorrendo à Prefeitura de Cuiabá”.

Abaixo, o print da imagem com a suposta fake news:

 

fake-valucio.jpg

Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA