CIDADES

Prazo para adequação de placa Mercosul é prorrogado em MT

Publicados

em

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) prorrogou o prazo para Mato Grosso e mais quatro estados se adequarem à obrigatoriedade do uso da placa padrão Mercosul.

Inicialmente os estados deviam cumprir a exigência até 31 de janeiro, mas agora o prazo vai até 17 de fevereiro.

Segundo o Denatran, Mato Grosso, Minas Gerais, Sergipe, Alagoas e Tocantins alegaram dificuldades para implantar a nova tecnologia de identificação de veículos, por isso tiveram extensão do período de adequação.

Em janeiro, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) informou que não há previsão de aumento nas taxas cobradas para o emplacamento, mesmo com a introdução da nova tecnologia.

Placa Mercosul

O uso no novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV) modelo Mercosul será obrigatório em todo o País para proprietários de veículos novos, que vão realizar o primeiro emplacamento e os que precisarem fazer a transferência do veículo para outro município ou Estado.

A obrigatoriedade está prevista na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que também prevê a instalação da novo modelo em casos de roubo, furto, dano ou extravio, e nos casos em que haja necessidade da segunda placa traseira.

Leia Também:  Juiz Diretor do Fórum de Rondonópolis determina que oficiais voltem ao trabalho

O novo modelo de placa é oriundo de um acordo entre os países do Mercosul, assinado em dezembro de 2010. O novo padrão vai manter os sete caracteres da placa atual brasileira, porém com quatro letras e três números, que poderão ser “embaralhados”, e não mais dispostos de maneira fixa em uma sequência.

O fundo também sofrerá a mudança de cor e passará a ser totalmente branco. Além disso, a bandeira do Brasil e a escrita irá substituir o município. A nova placa não terá mais os símbolos que permitiriam a identificação de local de registro do veículo.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA