MANCHETE 2

Prefeitos do MDB citam gestão e querem apoiar Mauro, em 2022

Publicados

em

 

A maioria dos prefeitos filiados ao MDB defende a gestão do governador Mauro Mendes (DEM) e espera que ele seja candidato à reeleição em 2022 com apoio da legenda em detrimento do prefeito de Cuianbá, Emanuel Pinheiro (MDB), que estuda disputar o Paiaguás. As declarações foram dadas por vários gestores municipais na última segunda-feira (18), em entrevista ao Resumo do Dia durante o encontro realizado em Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá).

“A eleição do ano que vem é uma eleição para se dialogar e se afunilar. Os prefeitos têm recorrido ao Governo do Estado. O governador equilibrou o Estado financeiramente, tem demonstrado um grande fluxo de obras e eu acredito que o partido vai discutir muito isso e vai procurar o melhor caminho para Mato Grosso”, disse o prefeito de Chapada dos Guimarães, Omar Froner (PSDB).

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB), pontua que, apesar de Mendes ainda não ter confirmado sua candidatura, acredita que há grande possiblidade do partido continuar ao lado do governador nas eleições de 2022.  “O governador não confirmou a candidatura dele. Vai discutir somente o ano que vem. O partido é aliado do Governo e eu acredito que tem todas as condições de estar caminhando junto. Mas isso ainda vai ser discutido e tem muita coisa para acontecer”, declarou Kalil.

Leia Também:  Empresários invadem prefeitura de VG; EP e Kalil dizem ser “difícil” lockdown

A prefeita de Nova Brasilândia (220 km de Cuiabá), Marilza Augusta (MDB), também avaliou positivamente a gestão de Mendes. “O governador vem fazendo um excelente trabalho com muitas parcerias nos municípios, principalmente, pequenos, olhando de uma forma ampla para as necessidades e tem tudo para continuar com o belo trabalho e, com certeza, apoiado pelo MDB”, afirmou a prefeita.

A mesma avaliação foi feita pelo prefeito Adair José (MDB), do município de Alto Paraguai (200 km da Capital). “O governador tem trabalhado muito, ouviu do MDB também algumas sugestões e eu acho que sem sombra de dúvidas tem tudo para caminhar junto por mais alguns anos com esta aliança”, comentou Adair.

A reunião do MDB contou com a presença de prefeitos, vice-prefeitos, primeiras-damas, deputados estaduais e federais filiados ao partido. Além de lideranças de outras legendas, como o governador Mauro Mendes, o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, e o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, filiados ao Democratas.  Além do senador Wellington Fagundes (PL) e do deputado federal Neri Geller (Progressistas).

Leia Também:  Juiz anula leis e manda AL parar de pagar 2 pensões especiais

Fonte: Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA