MUNDO

Presidente da Ucrânia diz que situação militar em Luhansk é muito difícil

Publicados

em

 

1 de 1
Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, durante visita à cidade de Mykolaiv — Foto: Serviço de imprensa da Ucrânia/via REUTERS

Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, durante visita à cidade de Mykolaiv — Foto: Serviço de imprensa da Ucrânia/via REUTERS

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse nesta terça-feira (21) que a situação militar na região leste de Luhansk era muito difícil, já que a Rússia intensificou um esforço para expulsar as tropas ucranianas de áreas-chave.

“Esse é realmente o ponto mais difícil. Os ocupantes estão pressionando fortemente”, disse Zelensky em um discurso de vídeo.

As forças russas capturaram várias localidades importantes perto das cidades de Lysychansk e Severodonetsk, na região de Luhansk, disseram o governador regional e o estado-maior da Ucrânia nesta terça-feira.

 

 

Tropas ucranianas disparam contra russos em Severodonetsk, no leste da Ucrânia

O governador de Luhansk, Serhiy Gaidai, disse à emissora nacional da Ucrânia que as forças russas capturaram o assentamento de Toshkivka ao sul de Severodonetsk, confirmando relatórios anteriores.

Forças separatistas apoiadas pela Rússia na Ucrânia alegaram na segunda-feira (20 de junho) ter tomado Toshkivka.

Leia Também:  Bachelet afirma que não irá se candidatar a um segundo mandato na ONU

Militares russos e ucranianos lutam há semanas pelo controle de Severodonetsk, importante para manter o acesso total ao Mar Negro.

O estado-maior da Ucrânia disse em seu relatório diário que as forças russas também capturaram os assentamentos de Pidlisne e Myrna Dolyna, localizados ao sul de Lysychansk.

Soldados ucranianos que defendem Lysychansk estão sob intenso bombardeio da artilharia pesada russa, mas estão se mantendo firmes, disse Gaidai.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA