POLÍTICA NACIONAL

Pressionado pelo Judiciário, Maia não garante urgência para projeto que acaba com supersalários

Publicados

em

O deputado Rubens Bueno (Cidadania), relator do projeto que se arrasta na Câmara desde 2016 e que tenta acabar com os salários acima do teto constitucional no funcionalismo público, divulgou que houve acordo para a votação da urgência da matéria na sessão de hoje.

Rodrigo Maia foi perguntado sobre isso na coletiva de há pouco.

“Nós estamos dialogando, estamos decidindo ainda o que vamos fazer hoje em relação à urgência.”

Sem entrar em detalhes, Maia afirmou que “tem algum debate sendo feito por alguns partidos”. O projeto tramita na Câmara há quatro anos.

“Vamos avaliar na hora adequada se a gente vota hoje ou não a urgência.”

Como O Antagonista noticiou mais cedo, assim que a informação sobre a votação da urgência foi divulgada, entidades que representam o alto escalão do serviço público, incluindo a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), entraram em campo: representantes começaram a disparar ligações e mensagens pedindo para os deputados que não analisem a matéria

Leia Também:  Carol Peixinho exibe boa forma fitness em foto e fã brinca: “Vou até me exercitar agora”

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA