POLÍTICA MT

Promotores são empossados no MPMT

Publicados

em

 

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso passou a contar com 258 membros nesta sexta-feira (26), após a posse de 12 novos promotores de Justiça substitutos, em solenidade semipresencial em razão da pandemia da Covid-19. O evento ocorreu no anexo I da Procuradoria-Geral de Justiça, em Cuiabá, com a participação do Colégio de Procuradores de Justiça por meio da plataforma Teams (virtual). Cerca de 750 pessoas também acompanharam a sessão pela internet, com transmissão ao vivo pelo canal do MPMT no YouTube.

Foram empossados os promotores de Justiça substitutos Álvaro Schiefler Fontes, Ana Paula Furlan Teixeira, Caroline de Assis e Silva Holmes Lins, Fabrício Miranda Mereb, Fernanda Luiza Mendonça Siscar, Fernando de Almeida Bosso, Ítalo João Chiodelli, Leoni Carvalho Neto, Marlon Pereira Rodrigues, Phillipe Alves de Mesquita, Roberto Arroio Farinazzo Júnior e Thiago Marcelo Francisco dos Santos.

“Hoje a cidadania, esculpida na Constituição Federal de 1988, está em festa com o reforço de 12 promotores e promotoras de Justiça que tomam posse na carreira de Estado como agentes políticos, incumbindo-lhes na defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses individuais indisponíveis”, comemorou o procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, José Antônio Borges Pereira, ao relembrar todo o processo para realização do concurso público, iniciado março de 2019.

Junto ao procurador-geral de Justiça, compuseram a mesa de honra presencial o corregedor-geral adjunto do MPMT, procurador de Justiça João Augusto Veras Gadelha, o secretário-geral do MPMT, promotor de Justiça Milton Mattos da Silveira, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos, o representante da OAB na comissão do concurso, advogado Hélio Nishiyama, e o presidente da Associação Mato-Grossense do Ministério Público, promotor de Justiça Rodrigo Fonseca Costa.

Após os ritos protocolares e agradecimentos aos integrantes da comissão do concurso e da comissão de heteroidentificação, a solenidade foi oficialmente aberta com a leitura do termo de posse dos novos promotores. Em nome de todos os empossandos, Ana Paula Furlan Teixeira fez a leitura do juramento solene, prometendo “desempenhar com fidelidade, honradez e independência os deveres do cargo de promotor de Justiça substituto”, “defendendo a ordem jurídica, o regime democrático e os interesses indisponíveis da sociedade, cumprindo e fazendo cumprir as Constituições federal, estadual e as leis, pugnando sempre pelo prestígio da justiça, da autoridade e da liberdade”.

Na sequência, os empossandos assinaram o termo de posse e receberam a identidade funcional. A declaração de posse foi feita pelo procurador-geral de Justiça, que deu boas-vindas aos novos integrantes do MPMT. O promotor de Justiça substituto Álvaro Schiefler Fontes falou em nome da turma. “É preciso ter em mente que a limitações naturais de cada um de nós serão mais do que nunca avaliadas, ao exercermos a parcela de poder estatal que nos será concedida para realização do interesse público, nunca para a idiossincrasia ou vaidades pessoais. As pessoas passam e as instituições ficam. A partir desse instante temos a honra de integrar o MPMT”, afirmou em nome do grupo que se apresentou para servir à população de Mato Grosso.

Após a posse, o MPMT passa a contar com 34 procuradores de Justiça, 212 promotores de Justiça e 12 promotores de Justiça substitutos, com atuação nos 141 municípios mato-grossenses.

 

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA