POLÍTICA MT

PSD usa TV para alavancar candidatas em MT

Publicados

em

Começaram a ser veiculadas na TV e no rádio as novas inserções do Partido Social Democrático de Mato Grosso (PSD-MT). Com quatro VTs diferentes, a sigla reforça a importância do crescimento da participação feminina na política como a principal forma de assegurar uma representação plena da sociedade nas casas legislativas e em todos os espaços de poder.

E para demonstrar que o assunto é levado muito a sério pelo partido, participaram dos VTs três importantes lideranças femininas do PSD, a vereadora por Mirassol D’Oeste, Vitória Ávila, a ex-prefeita de Castanheira, Mabel Milanezi, e a ex-vereadora por Poconé, Camila Silva. Mabel e Camila, inclusive, são pré-candidatas a deputada federal pela sigla. Elas destacaram a importância da Emenda Constitucional 117/2022, apresentada pelo senador Carlos Fávaro, presidente regional do PSD em Mato Grosso, como um importante instrumento para assegurar um crescimento da participação feminina na política.

Isso porque, agora, está na Constituição que 30% dos recursos do fundo partidário deverão ser usados nas candidaturas femininas. “A divisão justa de recursos de campanha garante a participação da mulher em condições de igualdade. Mais que um incentivo, ela é um fator determinante para termos mais mulheres na política”, destacou Camila, que em 2020 disputou a prefeitura de Poconé. Na mesma linha, Mabel, prefeita de Castanheira por dois mandatos, pontuou que, com os recursos assegurados, as mulheres deixam de ser item de figuração nas campanhas. “Ela garante que a candidatura feminina não seja apenas para cumprir tabela, é a mulher de fato na vida política do país”.

Leia Também:  Grupo de ex-prefeita em MT é principal alvo da PF por grilagem de terras

Uma das vereadoras mais jovens do país, Vitória, hoje com 20 anos, lembra que todas as leis aprovadas no sentido de aumentar a participação feminina surtem resultado com um crescimento no número de mulheres candidatas e eleitas e que dentro do partido há um trabalho constante de valorização das mulheres. “No PSD a mulher na política saiu do discurso e foi para a prática”.

Além da participação feminina, o PSD também exalta a força do partido em Mato Grosso, que conta hoje com um senador, três deputados estaduais, 26 prefeitos, 14 vice-prefeitos e 98 vereadores. Na peça que fala do assunto, participam os deputados estaduais Dr. Gimenez, Nininho e Wilson Santos, além do suplente Toninho de Souza.

Para Fávaro, o PSD tem feito um importante trabalho de aproximação com a sociedade o que permite que atualmente o partido tenha serviços prestados à população para apresentar em sua campanha partidária. “Estamos muito orgulhosos em poder apresentar para a sociedade o bem que a boa política faz na vida das pessoas. A ideia central é mostrar o que faz um partido forte e como este trabalho, que aparentemente é interno, é na verdade algo muito maior, que atinge de forma positiva, cada cidadão e cidadã”.

Leia Também:  Governo de MT investe R$ 44 milhões e alavanca o desenvolvimento em Nobres

A propaganda partidária, no rádio e na TV, é autorizada pela Legislação Eleitoral.

Fonte: Folha Max

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA