POLÍTICA MT

Quatro prefeitos foram cassados em MT desde as eleições de 2020

Publicados

em

 

Quatro prefeitos de municípios mato-grossenses já tiveram o cargo cassado desde a eleição do ano passado. Acorizal, Campo Novo do Parecis, Torixoréu e Matupá terão novas eleições por causa disso.

Em Acorizal, a 59 km de Cuiabá, o então prefeito Meraldo Sá foi cassado em dezembro do ano passado. Isso porque Meraldo havia sido condenado em 2018 por improbidade administrativa em uma ação do Ministério Público que o acusou de ter realizado despesas não autorizadas quando era vereador em Acorizal, entre 2001 e 2012.

Segundo o MP, foram realizadas despesas de pagamento de transporte escolar e jardinagem sem qualquer ligação com os serviços da Câmara de Acorizal.

No sudeste do estado, em Torixoréu, Inês Moraes Mesquita Coelho, candidata reeleita, foi impedida de assumir o cargo porque a justiça não permite mais de dois mandatos seguidos de um mesmo grupo familiar. O marido dela, Odoni Mesquista, era prefeito da cidade entre 2013 e 2016.

Depois disso, ela foi eleita em 2016 e, posteriormente, em 2020.

Leia Também:  Pilotos de avião do Paquistão que caiu em maio conversavam sobre coronavírus e se distraíram

No mês passado, o Tribunal Superior Eleitoral definiu pela cassação do mandato do prefeito de Matupá, a 696 km de Cuiabá, Fernando Zafonatto (DEM), e do vice dele, Bruno Mena.

Zafonatto estaria inelegível para disputar a eleição, devido a uma condenação de improbidade administrativa por direcionamento de licitação.

Nessa terça-feira (8), o prefeito de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado (PSL), e o vice-prefeito Antônio Cesar Brolio, também do PSL, tiveram os mandatos cassados pela Justiça Eleitoral, por uso da máquina pública na campanha eleitoral do ano passado. Rafael foi reeleito para o cargo.

A Justiça Eleitoral de Mato Grosso confirmou que a realização das Eleições Suplementares para as prefeituras dos municípios de Acorizal, Torixoréu e Matupá serão no dia 1º de agosto.

Foi decidido que o colégio eleitoral destes pleitos será de eleitores inscritos até 3 de março de 2021. A diplomação dos eleitos será realizada no dia 3 de setembro.

As novas eleições de Campo Novo do Parecis ainda não foram definidas.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA