CIDADES

Relembre momentos memoráveis do “Ás de Ouro”

Publicados

em

 

“A gente recebia ligação, carta. Tinha fila na frente da TV de pessoas que queriam tirar foto com ele (tenente Lara). Sem dúvida um fenômeno”, lembra o diretor da TV Vila Real, Davi Cesar.

O profissional trabalhou com o tenente durante a passagem pela TV Gazeta e afirma que o apresentador foi o primeiro ídolo da comunicação regional.

Tenente Lara se aposentou da Polícia Militar em 1994. Antes disso, ele já trabalhava em programas policiais no rádio e, em 1993, passou a apresentar o programa Cadeia Neles, líder de audiência no horário.

O militar da reserva foi contratado logo que o Grupo Gazeta estreou a emissora de televisão e dividiu programa com o apresentador e ex-deputado Federal Lino Rossi, por 6 anos.

O sucesso no rádio fez com que o presidente do Grupo, João Dorileo Leal, o convidasse para participar do programa que em breve estrearia.

“Ele era muito carismático, irreverente, alto astral, muito sincero naquilo que falava. Tinha um jeito único de apresentar e isso pesou muito para o sucesso do programa. Havia uma proximidade com o público”, destaca o diretor da TV Vila Real.

Após sair da TV, o militar aposentado concorreu a cargos públicos, como vereador e deputado estadual, mas não conseguiu ser eleito. Sua personalidade extrovertida era presente nos vídeos da campanha e o seguiu por onde passava.

Em vídeo, o  com ajuda da TV Vila Real compilou algum alguns momentos da passagem pelo programa Cadeia Neles, que está no ar há 27 anos.

Tenente Lara, 72, morreu de covid-19, na manhã desta quarta-feira (7), data em que é celebrado o Dia do Jornalista. Ele estava internado há 2 dias e não resistiu.

POLICIA

POLÍTICA MT

PICANTES

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA